-->

Doze estados irão receber centros de estudos clínicos contra Covid-19

27 Março 2020
27 de março de 2020
- Alexandre de Souza

Curta, comente e compartilhe!
Foto: Divulgação/ Fiocruz

Lançada  pela OMS (Organização Mundial de Saúde), o ensaio clínico Solidariedade, terá inicio no Brasil coordenado pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). O projeto será implantado em 18 hospitais de 12 Estados Brasileiros, (Amazonas, Rio de Janeiro, Rio do Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Groso do Sul, Bahia, Fortaleza, Pará, São Paulo, Distrito Federal e Pernambuco) terá como apoio o Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit) do Ministério da Saúde.

As unidades de internação receberão apenas paciente com Covid-19 em estados graves, estratégia usada para salvar mais vidas. Segundo o Sub Secretário Geral da Secretária de Saúde do Rio de Janeiro Roberto Pozzan, uma organização logística foi criada para atender outros pacientes com demais doenças.

Os pacientes internados nos hospitais que receberão o estudo, tomarão ciência e o consentimento antes de darem inicio ao tratamento. Para o estudo serão utilizados medicamentos como cloroquina, o Remdesivir, a combinação liponavir e ritonavir e outros. Explicou, durante a coletiva, o Diretor do Instituto Nacional Infectologia Evandro Chagas Valdiléia Veloso.

A iniciativa contará também com um sistema de apoio diagnóstico para todos os exames necessários, incluindo os de imagem, como tomografia computadorizada.

Segundo a presidente da Fiocruz Nísia Trindade Lima, o estudo tem como objetivo uma linha central para analisar quais tratamentos são possíveis para que uma doença que não tem vacina e ainda não se tem evidencia cientifica de tratamento. “Dentro desse objetivo quero destacar que a Fiocruz por ser uma instituição nacional presente em todos os estados, que alinha pesquisas, vigilância, atenção e atividade ampla no complexo mundial da saúde com dois complexos públicos, também seremos capazes de estar produzindo aqueles medicamentos que os estudos clínicos apontar como mais adequados através do nosso Instituto Farmanguinhos.”

O profissional de saúde interessado em participar do estudo clinica, deve ficar atento na chamada onde pode colocar o currículo e entrar no processo de seleção disponível na página da Fiocruz. Segundo a presidente Fundação Oswaldo Cruz, o projeto também terá uma cooperação com o Médico Sem Fronteiras irá somar com histórico do trabalho. Serão mil e trinta profissionais e poderá ser feitas algumas adaptações durante o processo.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree