-->

Marcas capixabas arrecadam doações para famílias carentes

10 Abril 2020
10 de abril de 2020
- Bianca Coutinho

Curta, comente e compartilhe!

Passar por este período de isolamento social não está sendo nada

fácil, ainda mais para quem está passando por algum tipo de dificuldade financeira e a comida começa a faltar para a família.

Pensando nisso, os empresários Renato Bello e Netto Soares, do Motor Group Vitória, se uniram para criar a campanha Solidariedade Capixaba, que conta com empresas de diversos setores para ajudar a reduzir as dificuldades passadas por muitas famílias.

O projeto já conta com a parceria da Comprocard, Supermercados Carone, Universidade Vila Velha (UVV), Rádio Cidade e Elo Comunicação.

O objetivo do grupo é arrecadar dez toneladas de doações que seriam suficientes para atender aproximadamente mil famílias.

O idealizador da campanha, o empresário Renato Bello, explica que igrejas católicas e evangélicas estão auxiliando no levantamento da lista de pessoas necessitadas da ajuda e ainda esta semana deve ser iniciada a distribuição.

“Temos que agir mais com o coração e pensar em quem está sendo mais impactado neste momento, como as pessoas que lutam pelo seu sustento de cada dia”, reflete.

A contribuição pode ser via PicPay @solidariedadecapixaba  ou, entregar na Audi Center Vitória, da Reta da Penha.

Já a Maifredo Embalagens e a Agrofit, que são duas empresas associadas ao Sindiplast-ES, atenderam ao chamado da Central Única das Favelas (Cufa) recentemente, e beneficiaram os moradores carentes da Grande Vitória com materiais de higiene pessoal.

A Agrofit doou 2.700 sacolas plásticas para abrigarem os kits, além de 100 sabonetes, enquanto a Maifredo Embalagens contribuiu com 1.000 garrafas pet, usadas para acondicionar o álcool em gel.

A empresária Penha Arraz distribuiu cestas para os prestadores de serviço de seu empreendimento.

“Eu acredito que se temos a oportunidade de ajudar, isso deve ser feito. Qualquer movimento que contribua para melhorar a vida do outro, ainda mais nesse momento peculiar que estamos vivendo, é bem-vindo. Penso no quanto a minha vida é abençoada e próspera, e agradeço por ter essas pessoas em minha vida”, disse.

**********

**********

O trio Paulo Henrique Miranda, Wilson Richa e Netto Soares mantém a tradição viva e disponibiliza encomenda das tradicionais tortas capixabas com toque especial dos chefs Chiericatti e Danillo Amaral.

As irmãs Xuxu e Flavia Neffa também vão manter a cultura capixaba e não abriram mão de levar a tradicional torta capixaba para as famílias, por meio do seu serviço de delivery.

“Nossa expectativa é contribuir com este momento de reflexão, fazendo com que as pessoas resgatem suas memorias afetivas com o carinho que a comida tem o poder de transmitir”, pontua a empresária Xuxu Neffa.

**********

**********

A empresária Narjara Aguiar reabriu seu espaço da beleza na Praia do Canto, mas sempre prezando pela saúde de seus clientes e colaboradores.

Além dos agendamentos prévios a empresária estabeleceu novos processos de higienização de todo o local.

**********

O Ministério Público vem tomando medidas para auxiliar empresas e trabalhadores nesse momento de crise por conta do COVID-19.

Segundo a contadora Emanueli Cristini, especialista em controladoria e gestão tributária, são mudanças constantes no sistema trabalhista para tentar adequar à realidade atual e assim tentar minimizar os impactos que o avanço da doença já causa em toda a economia mundial.

Emanueli explica que dentre recentes e importantes decisões do MP, datada da última semana, é a possibilidade de redução por parte do empregador da carga horária do seu funcionário em até 70% com redução salarial equivalente. Podendo isso ser feito por até 90 dias.

“Além disso, há também a possibilidade da suspensão do contrato de trabalho por até 60 dias. E em ambos os casos, haverá o pagamento pelo governo e garantia de que o trabalhador receba no mínimo um salário mínimo e outras regras aplicáveis”, complementa ela.

**********

**********

Para finalizar a produção das madeixas o efeito messy está em alta.

O cabeleireiro Lúcio Alvim explica que são ondulações largas e discretas.

“Esse efeito dar um ar natural e com movimentos para os cabelos. Para conseguir o resultado basta aplicar leave-in nos cabelos ainda úmidos e com um babyliss enrolar mecha por mecha deixando as pontas de fora”, explica.

**********

Rafael Miranda e Igor Sousa acabam de fechar uma parceria com a Shipp, aplicativo de delivery, para movimentar as lojas por meio de entregas.

A partir desta semana, a marca capixaba de vestuário começa a comercializar seus artigos pela plataforma digital.

A parceria faz parte de um projeto do app para valorizar os negócios locais durante o período em que o comércio se mantém fechado como medida preventiva ao Covid-19.

**********

**********

Apesar de ter voltado os atendimentos em sua clínica, a médica dermatologista Patrícia Friço continua atendendo também, por meio da telemedicina, os pacientes que não podem se deslocar e que estão em isolamento social.

“Por meio de chamadas de vídeo é possível ver a lesão na pele e, se for o caso, peço para enviar fotos. É um recurso muito importante para este momento, mas é preciso seriedade em relação aos casos que não é possível fazer um diagnóstico a distância”.

**********

***********

Projeto científico de um estudante da cidade de São Mateus (ES) ganhou o prêmio “Destaque Unidades da Federação – Espírito Santo” na 18ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), que encerrou no último dia 4.

Intitulado “Projeto e construção da um multimedidor de energia didático com armazenamento de memória de massa”, o trabalho foi desenvolvido pelo estudante Johann Jakob Schmitz Bastos, sob orientação dos professores Rodrigo Fiorotti e Jardel Merlim Faria.

Todos são do Instituto Federal do Espírito Santo – Campus São Mateus.

**********

**********

As pessoas estão adiando as comemorações por causa do coronavírus, e para tranquilizar os noivos de plantão, os cartórios estão autorizados a adiarem a celebração dos casamentos, diminuindo o risco de contaminação.

No entanto, a realização poderá ocorrer apenas com a presença dos noivos e das testemunhas, a fim de evitar aglomeração. As portas da sala de casamento devem permanecer abertas.

Márcio Valory, Presidente do Sinoreg-ES, explica ainda que para os casais que já retiraram o certificado de habilitação para casamento que vai expirar nos próximos 60 dias, será prorrogada a validade do documento por mais 90 dias.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree