-->

Covid-19: “Estamos em fase de aceleração da curva do número de casos”, diz secretário

18 Mai 2020
18 de maio de 2020
- Matheus Passos

Curta, comente e compartilhe!
Secretário de Saúde do Estado, Nésio Fernandes (esquerda), e o subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin (direita) — Foto: Reprodução/YouTube

O Espírito Santo enfrenta a fase em que a curva do número de casos do está acelerando. A afirmativa é do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, após a divulgação da primeira fase do inquérito sorológico, realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) entre os dias 13 e 15 de maio, onde foi constatado que .

“Quando nós iniciamos o enfrentamento da pandemia de cada 11 pessoas testados 1 dava positivo. No dia de hoje, de acordo com o Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública do Espírito Santo) 56% dos pacientes testados deram positivos, demonstrando um aumento da apropriação de positivado que todas amostras foram coletados, e isso aponta que passado já do dia 15 de maio, sendo hoje 18, nós estamos na fase de aceleração da curva de crescimento do número de casos”, disse Fernandes, que ainda afirma que o Espírito Santo está em um dos momentos mais críticos da doença.

Segundo levantamento do Painel Covid-19, o Espírito Santo atingiu em 1º de maio a marca de do . Uma semana depois, no dia 8 de maio, (+ 254 ocorrências nas últimas 24 horas) e o número de mortos subiu para 165. Após mais uma semana, no dia 15 de maio, o Espírito Santo chegou a 260 mortes com o número de casos confirmados em 6.198. Com base nisso, o Espírito Santo apresenta uma média semanal de 1,6 mil casos do .

Ao todo serão mais de 30 mil testes em domicílio na população capixaba em quatro coletas a cada 15 dias do inquérito sorológico. Na primeira fase, de acordo com o balanço divulgado na tarde desta segunda-feira (18), foram realizados cerca de 6,6 mil testes em todo território capixaba. 

A partir disso, o subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, ressaltou que a estatística de contaminados apontada pelo estudo representa 2,1% da população capixaba. Ou seja, ainda tem quase 4 milhões de capixabas que podem adoecer pelo novo coronavírus. “Vamos fazer no total mais de 30 mil testes em domicílio na população capixaba. Assim, com o dado de hoje, tem quase 4 milhões de capixabas que ainda podem adoecer pelo coronavírus. Permanecer em casa e fazer o distanciamento entre nós é fundamental para que a gente interrompa a transmissão dessa doença”, destacou Reblin. 

Em razão do cenário em que a pandemia se encontra no Espirito Santo, o secretário de Saúde do Estado informou que nesta semana mais de 100 leitos de UTIs podem ser abertos. A partir disso há uma projeção de que o estado pode chegar a mais de 600 leitos UTIs e mais de 1,2 mil leitos de enfermaria exclusivos para .

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree