-->

Ministério da Saúde amplia uso de Cloroquina, mas pacientes terão que assinar termo

20 Mai 2020
20 de maio de 2020
- Thais Rossi

Curta, comente e compartilhe!
Foto: Fiocruz

O Ministério da Saúde divulgou, nesta quarta-feira (20), documento ampliando o uso de Cloroquina e Hidroxicloroquina para casos leves de coronavírus (Covid-19).

Até então, o Ministério da Saúde indicava o uso dos medicamentos apenas em pacientes graves, críticos, monitorados em hospitais.

Os dois medicamentos são usados para tratar Malária e não tem eficácia científica comprovada em pacientes com coronavírus.

Por essa razão, faz com que diversos especialistas se manifestem contra o uso nos casos da doença e até com que o então

No entanto, a nova indicação fica a critério do médico, após realização de exames e da vontade expressa do paciente, que deverá assinar um termo de consentimento no qual são informados os efeitos colaterais das medicações.

“Não existe garantia de resultados positivos. O medicamento proposto pode, inclusive, agravar a condição clínica, pois não há estudos demonstrando benefícios clínicos”, diz o termo.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree