-->

Regina Duarte deixará Secretaria de Cultura para assumir Cinemateca em SP

20 Mai 2020
20 de maio de 2020
- Thais Rossi

Curta, comente e compartilhe!
Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro anunciou agora pela manhã, no twitter, que Regina Duarte deixará o cargo de secretária da cultura, em Brasília, para assumir a Cinemateca, em São Paulo.

Bolsonaro postou um vídeo, onde aparece com Regina, afirmando que “toda semana tem um ou dois ministros que, segundo a mídia, estão sendo ‘fritados’, com o objetivo de desestabilizar e jogar o governo chão”, para, em seguida, dizer que esse não é o caso da atriz.

Segundo Bolsonaro, Regina Duarte relatou sentir falta da família. Por essa razão, assumirá o cargo em São Paulo. “Acabo de ganhar um presente. É o sonho de qualquer pessoa de comunicação, audiovisual e teatro. Um convite pra fazer Cinemateca, que é um braço da cultura que funciona lá em SP e é um museu de toda a filmografia brasileira. Ficar ali, secretariando o governo, dentro da cultura..tem presente melhor que esse?”, disse ela.

Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho feito por Regina nos últimos 60 dias, disse Bolsonaro.

Regina Duarte rompeu contrato de 50 anos com a Globo para ser após ser convidada pelo governo para assumir a pasta no dia 17 de janeiro.

Ela entrou no lugar de Roberto Alvim, demitido por Bolsonaro após publicar um vídeo parafraseando o ministro da propaganda nazista de Hitler na Alemanha, Joseph Goebbel.

No final de janeiro, Regina convidou a reverenda Jane Silva para o cargo de secretária-adjunta na Cultura, mas isso dividiu o setor cultural -pessoas que até então apoiavam a ida da atriz para a pasta e foram surpreendidas pela decisão.

Diante da repercussão negativa, no começo de fevereiro, Regina decidiu exonerar a reverenda.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree