-->

Sem os tradicionais tapetes, Corpus Christi será de programação online

22 Mai 2020
22 de maio de 2020
- Ana Luiza Andrade

Curta, comente e compartilhe!
Tradicional confecção de tapetes foi cancelada Foto: Prefeitura de Castelo

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a tradição católica do feriado de Corpus Christi (11) será quebrada. Para evitar aglomerações, a confecção de tapetes foi cancelada e a data será de programação online.

Em Castelo, por exemplo, município no interior do estado referência nas festividades de Corpus Christi, a programação deve ser divulgada nesta sexta-feira (22).

A prefeitura adiantou que haverá procissão, mas ela será feita apenas por um carro, com o padre. As celebrações religiosas do município serão transmitidas através da rádio e plataformas digitais.

De acordo com o secretário municipal de turismo e cultura, Fabiano Davel, a cidade não espera a presença de turistas esse ano. “Só a confecção dos tapetes costumam contar com a presença de cerca de três mil pessoas. Durante o feriado, 70 mil turistas costumam passar pela cidade, mas esse ano não teremos festa”.

O município tem, até o momento, 13 casos confirmados e um óbito em decorrência da doença. “Aos turistas, pedimos que aguardem até o ano que vem para nos reunirmos novamente. Estaremos de portas abertas mas, por enquanto, a saúde e a vida em primeiro lugar. A orientação é que as pessoas não transitem desnecessariamente de um município para outro”.

A festa de Corpus Christi é uma época de muita esperança para o comércio, que já sofria desde às . “É uma perda incalculável para os comerciantes de Castelo. Mas acredito que todos têm a consciência de que a preservação da saúde é mais importante nesse momento”, finalizou o secretário.

A arquidiocese de Vitória publicou orientações para o feriado de Corpus Christi. Confira:

  1. Os paroquianos devem ser orientados a acompanhar a procissão de suas casas e incentivados a ornamentar as fachadas de suas casas com flores, toalhas, velas…
  2. Missas e procissões nas paróquias na parte da tarde para que os padres possam participar da Missa dos Santos óleos pela manhã.
  3. Não confeccionar tapetes para evitar a aglomeração de pessoas.
  4. Organizar a procissão sem povo, apenas com veículos, do seguinte modo:
    • Um carro para transportar o sacerdote com o Santíssimo;
    • Um carro equipado de som amplificado para ajudar nos cantos, meditações e orações;
    • Um carro disponível para recolher alimentos não perecíveis e/produtos de limpeza e higiene para serem doados àquelas famílias cadastradas no território paroquial ou paróquia vizinha. Preferencialmente, envolver os jovens nessa ação.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree