-->

Grande Vitória tem mais de 4 mil denúncias de aglomerações; capital lidera

26 Mai 2020
26 de maio de 2020
- Alexandre de Souza

Curta, comente e compartilhe!
Foto: Divulgação

As denúncias por aglomerações na Grande Vitória (contando a capital, Vila Velha, Serra, Cariacica e Viana) chegaram a 4340. Os dados são do Centro de Comando e Controle (CCC) da Covid-19, que tem atuação do Corpo de Bombeiros.

Segundo o coronel Alexandre Cerqueira, do Corpo de Bombeiros, um mapa com bairros da Grande Vitória foi criado para ajudar as equipes de fiscalização.

Vitória tem 1138 denúncias, seguida por Serra (1118), Cariacica (1034), Vila Velha (611) e Viana (439). Os bairros com maiores registros são Praia da Costa e toda a região litorânea de Vila Velha; Jardim da Penha e Jardim Camburi,(Vitória); Laranjeiras e Jacaraípe (Serra) e Campo Grande (Cariacica).

Somente as lojas e comércios em geral, na contagem geral, tem 3903 denúncias, seguido por bares e restaurantes (660), supermercados (368), praias (124), bancos (82), residências (7), parques (4) e templos religiosos (4).

De acordo com o coronel as fiscalizações, que também tem atuação da Policia Militar, Policia Civil e Guarda Municipal, começou há duas semanas, com caráter de orientação.

No entanto, a partir dessa semana, os fiscalizadores serão mais rígidos e podem aplicar penalidades. “Por conta da flexibilização do comércio, tem regras que podem causar confusão. A partir dessa semana seremos mais rigorosos, mantendo as orientações, mas com aplicação de penalidades pelo município”, afirmou.

Alexandre Cerqueira explicou que toda semana é criado um mapa de prioridades dos municípios da Grande Vitória no CCC, para a equipe de fiscalização. Ele é formado a partir da incidência de contaminados nos bairros e pela quantidade de denúncias que chegam ao observatório da Secretária de Segurança Pública e Social (SESP).

Guarapari, que apesar de ter ganhado as redes sociais por conta dos “furos”  e aglomerações durante a pandemia nos últimos dias, não é o foco. Segundo o coronel, o município, que está na região metropolitana, tem risco moderado para a doença.

A ênfase está nos outros municípios da Grande Vitória, que tem maior incidência e concentram um grande número da população. “São recorrentes as denúncias e tentamos atuar. Mas já recebemos denúncias de Guarapari e estamos com o comandante do local atuando no sentido de evitar aglomeração e melhorar o isolamento”, disse.

Mesmo assim, Cerqueira disse que a grande maioria da população tem respeitado as normas, usando máscaras e mantendo o distanciamento de 1,5 metro nos supermercados, por exemplo. “Muitos tem ficado em casa nos fins de semana. Mas uma parcela ainda não percebeu que o risco é real e está perto de todos. Não são maioria. No entanto, que passem a cumprir o isolamento social”.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree