-->

Diretores apresentam ações de sucesso no desenvolvimento das Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs)

03 Julho 2020
EMPÓRIO MARCENARIA J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução SESA Aedes Aegipty Publicidade
CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE PublicidadePublicidadePublicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade

Em live, estiverem reunidos, o secretário Vitor de Angelo e diretores escolares.

O secretário Vitor de Angelo e diretores da Rede Estadual estiveram reunidos virtualmente, na tarde desta quinta-feira (02), em que foram apresentadas as principais e bem sucedidas práticas das unidades escolares, com o programa EscoLAR, através das Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs). A ação faz parte de uma série de lives promovidas pela equipe da Sedu Digital.

A Secretaria da Educação (Sedu) apresentou todas as orientações aos profissionais para a realização das APNPs, assim que iniciaram as atividades remotas. “Muitas escolas, muitos professores se destacaram nesse novo formato de ensinar, e por isso, trouxemos três diretores para compartilhar, colaborar e inspirar outros profissionais”, disse o secretário Vitor.

Participam os gestores: Elaise Soneguetti, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Clóvis Borges Miguel, da Serra; Helton Bruno, do Centro Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral (CEEMTI) Baixo Grandu, localizado no município de mesmo nome; Alexsander Saluci, da (EEEFM) Lions Sebastião de Paiva Vidaurre, de Cachoeiro de Itapemirim.

A diretora Elaise iniciou sua fala com uma apresentação de PowerPoint. “As engrenagens representam as nossas primeiras ações. Na medida em que eram executadas, fomos percebendo a necessidade de determinada ação, como foram as formações com professores, famílias e alunos”, disse.

A escola da Serra criou um laboratório de experimentação, que conta com o colegiado estudantil, formando assim, multiplicadores de ações; tutorial; diretrizes; criação de canal no Youtube; lives; reuniões de fluxo e grupos de WhatsApp com as famílias. “Tivemos um feedback bem interessante das famílias. Alguns pais contribuíram ajudando na construção dos tutoriais. De uma coisa estamos certos, a escola nunca mais será analógica”, falou Elaise.

O diretor Helton, do CEEEMTI Baixo Guandu, ressaltou que a escola já vinha realizando algumas ações com recursos tecnológicos, antes mesmo da pandemia. “Elaboramos um planejamento pensando em sair da zona de conforto e evoluir com esse trabalho de aplicar os conteúdos com ferramentas como o Google For Education e o Google Classroom”, falou Helton.

A EEEFM Lions, na pessoa do diretor Alexsander agradeceu a equipe por ter assumido fortemente o desafio das APNPs, desde o início do processo. “Fizemos vários tutoriais, tanto com estudantes, como professores, para garantir o acesso de todos ao ensino-aprendizagem”, disse o diretor Helton.

“Resumindo, com a criação de uma nova rotina, pudemos ver uma reinvenção dos profissionais da educação, mesmo com as dificuldades, que sabemos que existem. Não há um congelamento educacional, e sim muita criatividade e força de vontade de todos os profissionais da Rede”, concluiu o secretário Vitor.

Essa e outras lives podem ser conferidas no canal da Sedu Digital no YouTube: www.youtube.com/sedudigital

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree