-->

Pesquisa mostra diferenças de até 82% nos preços de produtos básicos entre supermercados

10 Julho 2020
10 de julho de 2020
- Redação Multimídia ESHOJE

Curta, comente e compartilhe!
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Procon Vitória divulgou de primeira necessidade. O levantamento aponta aumentos e variações que ultrapassam a casa dos 82%, como no caso do sabão em pó (caixa 2kg), que foi encontrado por R$ 10,98 em um supermercado e, em outro, por R$ 19,99.

No caso do alho (kg), houve um aumento de preço de 75,05% do início da pandemia até agora. Em março, era vendido por R$ 15,99 (kg) e, agora, por R$ 27,99. O frango (inteiro – congelado – 1kg) apresentou variação de 70,48%: de R$ 4,98 a R$8,49. No café (pó – pacote – 250 g), foi registrada uma diferença de 58,11%: de R$ 2,65 a R$ 4,19.

A gerente do Procon Vitória, Herica Correa Souza, alerta que as famílias devem pesquisar. “Estamos mantendo esse trabalho para que sirva de referência para os consumidores, reduzindo a necessidade do deslocamento sem perder o foco na busca pela economia e o combate ao maior endividamento das famílias”.

Herica ressaltou que o levantamento aponta, ainda, onde o consumidor encontra o maior número de itens com menor preço. A pesquisa mostra que os estabelecimentos de Jardim da Penha e Mata da Praia trazem mais economia para os consumidores. “Á medida que vamos caminhando para a Grande São Pedro, os preços vão aumentando”.

O levantamento também traz uma comparação dos menores preços coletados de cada produto entre os meses de fevereiro e julho deste ano.
A pesquisa foi realizada no último dia 6 de julho em nove estabelecimentos de diferentes regiões de Vitória. São 18 itens apontados pelos consumidores como essenciais.

A secretária de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, Renata Freire F. Batista, disse que a pesquisa é mais um serviço do Procon Vitória para que os consumidores adquiram os produtos de suas listas com o menor impacto possível no orçamento familiar.

“O Procon Vitória sempre orienta os consumidores a pesquisar em, pelo menos, três estabelecimentos antes de adquirirem seus produtos. Contudo, neste momento de isolamento social, sugere primeiro consultar a pesquisa realizada pelo órgão, disponível no site da Prefeitura, para depois fazerem suas compras com base nas informações. A nossa orientação é que façam suas compras com segurança e que evitem, ao máximo, saírem de casa e se exporem ao risco”, conclui.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree