Quinta, 13 Agosto 2020 16:01

Luciano, aos poucos, entrega Cidadania a Da Vitória

Diferentemente das eleições de 2012 e 2016, quando tinha seu grupo e representava “a mudança”, Luciano Rezende (PPS/Cidadania), pôde ser a metralhadora política, com críticas e denúncias contra todos os adversários.

A posição de ataque era mais confortável que agora.

Desta forma a situação fica bem complicada para o seu candidato, Fabrício Gandini. Nos bastidores do partido a informação é que aliado do governador Renato Casagrande (PSB), de quem não deverá estar no mesmo palanque eleitoral, Luciano tem entregue pouco a pouco o comando do Cidadania ao deputado federal Da Vitória.

Há quem diga, inclusive, que encerrada as eleições, junto com a esposa e dois filhos, o prefeito vai deixar Vitória para morar no Estados Unidos – já afirmam, inclusive, que junto do irmão, vai tocar uma academia e se dedicar aos estudos.

Em clima amistoso, Luciano recebeu a PMV das mãos de João Coser, que concluía segundo mandato / Foto:? Arquivo ESHOJE

Na primeira disputa pela PMV, Luciano concorreu com Luiz Paulo, Iriny Lopes, Gustavo De Biase, Motalvani e Edson Ribeiro. Foi para segundo turno com Luiz Paulo e venceu.

Da segunda vez seu maior adversário foi Amaro Neto, que levou a decisão ao segundo turno. Mas os adversários eram os dois e ainda Lelo Coimbra, Perly Cipriano e André Moreira. E o prefeito de Vitória foi reeleito graças aos apoio de emedebistas – devido o vice da chapa ser Sergio Sá, filho do deputado estadual José Esmeraldo. E ainda do próprio Luiz Paulo.

No pleito de 2020 Luciano Rezende tem como candidato o deputado estadual Fabrício Gandini – que entrou na política pelas mãos do prefeito, foi vereador mais votado em Vitória, chegou a ser secretário e conquistou cadeira na Assembleia Legislativa. Mesmo com uma aposta, o prefeito terá pouco a fazer e sua mira só poderá ser uma: João Coser (PT).

Luiz Paulo e Luciano Rezende / Foto: Diego Alves

Isso porque, pelas mãos de Luciano, Luiz Paulo se tornou aliado, chegou a se filiar ao Cidadania, mas voltou ao PSDB. Sérgio Sá, atual vice, também não poderá ser alvo do prefeito, pois só deixou de ter cargo de secretário de Obras – pasta que comandou em todas as duas gestões de Luciano -, por questão eleitoral.

Nas eleições da capital os pré-candidatos confirmados até agora são Sérgio Sá (PSB), Gandini (Cidadania), Luiz Paulo (PSDB), João Coser (PT), Lorenzo Pazolini (Republicanos), Coronel Rogério (PRTB) e Capitão Assumção (Patriotas).

Aliança em Cariacica

Um bloco formado pelos partidos Democracia Cristã (DC), Partido Social Democrático (PSD), Partido Social Cristão (PSC) e Partido Liberal (PL), consolidou aliança com o objetivo de debater os desafios de Cariacica, recebeu a adesão do Partido Progressista.

O bloco está firmado em três eixos, conforme descritos abaixo:

  • Legitimidade das pré-candidaturas de Dr. Motta, Celso Andreon, Avelina e Dr. Hélcio Couto;
  • Propor um debate público qualificado, visando os interesses dos cariaciquenses e não em projetos pessoais;
  • Discutir os cenários pós-pandemia e as possíveis saídas para as crises fiscal e econômica que se aprofundam a partir do novo coronavírus.

Curtir isso:

Ler 21 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.