Big Banner Hospedagem de Site 1360x150
Sábado, 15 Agosto 2020 08:30

Após meses fora da piscina, João Luiz Gomes Júnior retoma os treinos em Portugal

Durante quatro meses, os mergulhos do capixaba João Luiz Gomes Júnior de piscina foram paralisados, em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e a preparação física foi adaptada em casa.

O atleta, agora, está em Portugal com Comitê Olímpico do Brasil (COB) se preparando para os jogos de Tóquio, em 2021.

Antes do período de isolamento, João Júnior estava em um treinamento voltado para a seletiva olímpica dos jogos que aconteceriam esse ano. Com o início da pandemia, o atleta precisou se distanciar das piscinas e adaptou os treinos físicos no próprio apartamento, Em São Paulo. “Precisamos primeiro pensar em nossa saúde”, destaca o nadador.

Durante a pandemia, João teve que lidar com a saudade dafamília e dos amigos, com quem conversava sempre que possível. Mesmo em ummomento controverso, o atleta acredita que o período de isolamento também foiimportante para aprender coisas novas. “Todos nós sairemos com umaprendizado dessa pandemia. Dor, resiliência, superação e assim vai”,conta.

João Gomes Júnior – Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Agora, João está retomando as atividades em Portugal, juntamente com o comitê brasileiro. O treinamento de campo começou em julho e faz parte do planejamento para os jogos de Tóquio, em 2021.

João Luiz Gomes Júnior nasceu em Vitória e iniciou atrajetória no esporte em 1992. Com exemplos na família, o atleta sempre foienvolvido com atividades esportivas. O nadador conta que tentou iniciar acarreira no futebol, onde ficou por oito meses. “Só treinei e não joguei nenhumjogo, só um amistoso, mas sentia que aquilo não era para mim”, afirma.

Foi então que o nadador iniciou a trajetória na natação. Com cinco meses de prática, João já estava competindo provas de 25 metros no Clube Aest, em Vitória. No ano seguinte, já estava na equipe da escolinha do clube. “Aprendi a nadar em três meses, depois estava na equipe intermediária e logo na principal. Aconteceu tudo naturalmente, sem pensar em resultados. Era diversão. Nadei lá até 2000”,  conta.

O capixaba logo se destacou a nível nacional. Hoje, o atleta faz parte da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e já conquistou 22 medalhas de ouro, 24 de prata e 16 de bronze em competições internacionais.

Curtir isso:

Ler 18 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.