Big Banner Hospedagem de Site 1360x150
Domingo, 23 Agosto 2020 01:00

Balzaquiana mais famosa do ES faz aniversário neste domingo (23)

Às 10h20 do dia 23 de agosto de 1989 um primeiro veículo atravessava a Ponte Deputado Darcy Castello de Mendonça, a Terceira Ponte, que acabava de ser inaugurada. Ou seja, um

dos principais cartões postais do Estado – e obra fundamental para o desenvolvimento da região metropolitana – está completando 31 anos de vida.

Atualmente, trafegam pela ponte uma média de 88 mil veículos por dia, levando em conta os números anteriores à pandemia. Só este número já seria suficiente para demonstrar que a ponte é mais do que um monumento. Ela é parte da vida de muitos capixabas que a utilizam para ir e vir ao trabalho, à escola e também na hora do lazer.

Foto: Divulgação

É também um marco na vida de pessoas que acompanharam bem de perto todos os últimos 31 aniversários, como o encarregado da RodoSol, Luiz Ferreira, que também trabalhou na construção da Terceira Ponte e acabou sendo contratado pela concessionária que assumiu a administração do sistema.

Na década de 80, Luiz deixou Minas Gerais e veio para o Estado em busca de oportunidades profissionais. Conseguiu emprego na obra da Terceira Ponte. “Trabalhar na construção durante aqueles anos e, depois, ver a ponte de pé foi emocionante. Era uma expectativa muito grande. Marcou a minha vida e vida de muitas outras pessoas. Sou feliz de ajudar a cuidar da ponte até hoje”, lembra.

André Beltrane, que hoje é gestor de Atendimento da RodoSol, trabalhava para outra concessionária que era responsável pela ponte na época e cobrou o primeiro pedágio ao governador Max Mauro. “Lembro que eu estava coordenando o trabalho e não seria eu a fazer a cobrança, mas houve alguma mudança na cabine que seria utilizado e acabei assumindo o posto para fazer a cobrança e dar passagem ao primeiro carro que passaria na ponte. São histórias que a gente não esquece”, afirma.

A ponte em números:
61 pilares
3,3 km de extensão
Vão central com 70 metros de altura
Fluxo na Ponte (média por dia) 88 mil veículos (antes da pandemia)
A distância entre os pilares é de 260 metros, permitindo a passagem dos navios que acessam o Porto de Vitória.

A Terceira Ponte começou a ser idealizada em 1973, quando o então governador Arthur Gerhard Santos retornou de Brasília anunciando uma ligação entre a Praia do Suá e Vila Velha.

O governador seguinte, Élcio Álvares, concordava com a ideia da construção, mas só conseguiu iniciá-la em agosto de 1978, um ano antes de terminar seu governo. Executou um terço da obra, que, por falta de recursos, foiinterrompida e só retomada em 1984. Gerson Camata, que governou o Estado de 1983 a 1986, também não conseguiu inaugurar a Terceira Ponte, mas construiu a maior parte da obra.

A Terceira Ponte foi entregue e inaugurada em 23 de agosto de 1989. O governador Max Mauro pagou o pedágio (na época sob outra concessão) e atravessou, seguido da população.

No primeiro dia, as reportagens da época revelam que 6,3 mil veículos cruzaram a ponte.

Logo depois do governador da época, jornais do dia 24 de agosto de 1989 trazem o registro dos dois moradores a passarem pela ponte: Evaristo Cardoso, o primeiro, morador de Terra Vermelha; e o segundo, Vagner de Oliveira, estudante de Arquitetura.

No geral, a população aprovou a iniciativa por conta da redução de tempo para se deslocar entre Vitória e Vila Velha.

Curtir isso:

Ler 12 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.