-->

Eduardo Prado rebate presidente do PV: “Se ele quer disputar vamos para convenção”

20 Janeiro 2020

Após Cristiano Cunha anunciar possível pré-candidatura a prefeito de Goiânia, Eduardo Prado diz que sua intenção é “fazer nome” para disputar cargo de deputado estadual em 2022 

Eduardo Prado (PV),

autor da emenda | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O deputado Eduardo Prado (PV) conversou com o Jornal Opção na manhã desta segunda-feira, 20, sobre a disputa pela prefeitura de Goiânia que se encontra cada vez mais próxima. À reportagem Prado — novamente — reforçou sua pré-candidatura pelo Partido Verde, desconsiderando as colocações do presidente estadual da sigla, Cristiano Cunha.

Acontece que, na semana passada, Cunha manifestou seu interesse em disputar a cadeira de Iris Rezende (MDB) pelo partido. Segundo ele, há uma “grande possibilidade” de lançar candidatura própria o que, consequentemente, acabaria desbancando os planos de Eduardo Prado.

No entanto, as manifestações de Cunha não parecem abalar o parlamentar: “Ele mesmo sempre falou que meu nome seria o melhor para a disputa. Mas se ele quer disputar vamos para a convenção. Assim saberemos quem possui o verdadeiro apoio da executiva”,.

Na visão do deputado, a intenção por trás do anuncio de pré-candidatura do presidente da sigla é pavimentar espaço para disputar o cargo de deputado estadual em 2022.  “Mas não é assim que se faz nome. É com trabalho. Nome se faz quando a sociedade reconhece seu trabalho”. Prado reiterou ainda que o presidente da sigla pode, na verdade, “atrapalhar o crescimento do partido”.

Para ele, o ideal seria que Cristiano lançasse candidatura a vereador e não prefeito. “Ele nunca teve mandato, nunca disputou uma eleição. Isso é só pretensão pessoal e falta de humildade. Precisamos é de um nome forte para agregarmos vereadores”.

Na contramão disso, Prado lembrou que já  teve seu nome consolidado como melhor vereador de Goiânia durante dois anos consecutivos, também foi o deputado e vereador mais bem votado da história do PV, além de político destaque eleito pelo Clube dos Repórteres Políticos.

“Nasci em Goiânia, estive à frente de importantes delegacias de polícia, conheço de perto os problemas da segurança pública e outras áreas. Penso que essa atitude do presidente só contribui para desidratar o partido. Se isso acontecer também em outros estados, logo o PV será extinto”, pontuou.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree