-->

Governador deve convocar Enel para resolver “calamidade energética”

23 Janeiro 2020

De acordo com governador, solução mais eficiente para a situação é transferência de ativos da Enel para outra instituição que realize distribuição de energia elétrica com mais qualidade

Foto: Reprodução.

Na noite de quarta-feira, 22, o governador Ronaldo Caiado esteve no Ministério de Minas e Energia, em Brasília, em busca de soluções para a situação da energia em Goiás. Caiado foi acompanhado pelos presidentes Lissauer Vieira (Assembelia Legislativa), desembargador Walter Carlos Lemes (Tribunal de Justiça) e Joaquim Alves de Castro Neto (Tribunal de Contas dos Municípios), pelo procurador-geral de Justiça, Aylton Vechi, e pelo defensor público-geral do Estado, Domilson Rabelo.

O secretário de Desenvolvimento e Inovação, Adriano da Rocha Lima, definiu a situação elétrica do Estado como “uma calamidade energética”. “O Ministério se comprometeu a chamar novamente a Enel para propor a eles uma forma de conciliação pra ver se, a partir daí, a gente consegue uma solução amigável” completou.

De acordo com Lima,  a ministra em exercício, Marisete Pereira, irá conversar com o ministro Bento Albuquerque para tentar algum recurso.

Sem credibilidade

O governador Ronaldo Caiado afirmou que a Enel possui mais nenhuma credibilidade junto à população goiana. O Estado já assinou dois acordos com a empresa, que não cumpriu as medidas acertadas. Para Caiado, a solução mais eficiente para a situação é a transferência de ativos da Enel para outra instituição que realize a distribuição de energia elétrica com mais qualidade.

No entanto, para isso as partes envolvidas têm de aceitar o acordo, ou seja, a Enel deve concordar com a transação de ativos.


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 4689 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree