-->

Promotoria instaura inquérito para investigar suposta fraude em pontos de médicos do HDT

20 Fevereiro 2020

Caso os médicos tenham recebido sem cumprir com a carga horária, podem responder por crime de improbidade administrativa

A 78ª Promotoria de Justiça de Goiânia instaurou nesta quinta-feira, 20, inquérito

civil público para investigar suposta fraude em carga horária de sete médicos do Hospital de Doenças Tropicais (HDT).

A promotora Villis Marra solicitou ao secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, as informações sobre a abertura de sindicância contra os médicos, caso já exista. Ela afirma na portaria que receber remuneração sem realizar o trabalho fere princípios como a legalidade e a moralidade.

Caso comprovado, os médicos podem enfrentar processo por improbidade administrativa pelo Ministério Público.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree