-->

Festa encerra grandes nomes da música com chave de ouro no Circuito Beira-Mar

26 Fevereiro 2020

Carnaval foi marcado pela batucada única dos blocos tradicionais de São Luís.

Um dos mais belos cartões-postais de São Luís foi o cenário da grande festa de encerramento do

Carnaval do Maranhão 2020. Milhares de pessoas mais uma vez lotaram o Circuito Beira-Mar nesta terça-feira (25), confirmando o sucesso dos cinco dias de folia na capital maranhense.

No palco e no circuito de trios, uma verdadeira multidão pulou e cantou ao som de Jaloo, Mariana Aydar, Duda Beat, Otto, Criolina, Flávia Bittencourt e Zeca Baleiro.

O início da festa nesta terça-feira gorda de carnaval foi marcado pela batucada única dos blocos tradicionais de São Luís. Tradição centenária do carnaval ludovicense, um cortejo embalado por surdos e ritintas empolgou o público na Beira-Mar.

Às 16, o pagode do grupo Vamu Di Samba já sacudia os foliões no palco, local onde também se apresentaram Bicho Terra e os artistas maranhense Mano Borges e Thaís Moreno.

Mas foi nos trios elétricos que algumas das principais atrações do último dia de folia se apresentaram na Beira-Mar. Às 17h, o Bloco Bitencá e Acolá, liderado pela cantora Flávia Bittencourt, estremeceu as ruas históricas da cidade ao lado do paraense Jaloo e da cantora e compositora paulista Mariana Aydar.

No corredor da folia ainda se apresentaram Jegue Folia, Blocão do Jacaré, Samba Di Rua, Confraria do Copo, Mixiricu e o Trio do Reggae – Gdam. O ponto alto foi quando centenas de foliões acompanharam o Bloco Bota pra Moer, comandado pelo duo maranhense Criolina, que em sua terceira edição contou com a energia dos músicos pernambucanos Duda Beat e Otto.

O show de encerramento das atividades carnavalescas no circuito Beira-Mar ficou por conta de Zeca Baleiro e banda. Baleiro levou ao palco convidados ilustres, como a irônica Patativa, além dos cantores Vinaa e Thiago Máci, revelações da nova geração de músicos maranhenses.

Mistura de ritmos

Em São Luís, Duda Beat comemorou a “união do Nordeste” e a diversidade de ritmos proposta pelo Carnaval do Maranhão.

“Eu acho que o Nordeste precisa manter-se unido. Essa troca de misturas, mensagens, de ritmos é muito empoderador e muito enriquecedor para todo mundo. Tô muito animada em estar aqui no Maranhão”, pontuou a artista.

Referência nacional na música indie eletrônica, o DJ e cantor Jaloo aprovou a festa em plena Beira-Mar. “Minha primeira vez no carnaval do Maranhão, eu tô muito feliz. O carnaval de vocês é muito bonito”, disse o músico paraense.

Produtor do já consagrado Festival BR-135, o cantor Alê Muniz, do duo Criolina, falou sobre a importância do Bloco Bota pra Moer como “porta” para a música que vem sendo produzida no Brasil.

“É uma porta para gente receber artistas que circulam pelo Brasil, que não teria outra forma se não por meio de um festival. Acho que o Bloco tá seguindo esse mesmo caminho, de levar ao público essa oportunidade”, frisou Alê Muniz.

Folião satisfeito

O público mais uma vez saiu satisfeito do Circuito Beira-Mar, que durante três dias proporcionou uma programação ampla, forte esquema de segurança e muita animação.

“Tá maravilhoso. Primeira vez que venho passar o carnaval aqui e tô achando ótimo. Segurança nota dez. Bom demais”, disse o vendedor Francisco Júnior, que mora no município de Cedral, na baixada maranhense, mas este ano resolveu passar o carnaval em São Luís.

A festa também agradou que veio de fora. “Percebi que São Luís tem um carnaval muito original, um carnaval muito próprio, que mistura as culturas locais, e, pelo que ouvi falar, tá crescendo a cada ano. Tá sendo muito legal”, destacou o médico Arthur Caye, que é de Porto Alegre (RS).

Maior carnaval da história

Tânia Regina é vendedora ambulante e aproveitou o Circuito Beira-Mar para faturar uma renda extra. Ela adorou o clima de paz e tranquilidade durante a folia.

“O governo do Maranhão tá fazendo um bom trabalho no carnaval. Muita segurança muito respeito, sem confusão. Eu tô agradecendo até agora”, disse a comerciante.

Para o governador Flávio Dino, este foi o “maior carnaval da história” do Maranhão. Nas redes sociais, ele parabenizou os envolvidos pelo sucesso da festa.

“Fizemos, em 2020, o maior carnaval da nossa história, com centenas de milhares de pessoas participando. Obrigado a todos que ajudaram, em evento tão complexo. Parabéns aos artistas, grupos culturais e foliões”, sublinhou.

O Carnaval do Maranhão 2020 foi uma realização do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de São Luís e apoio do Grupo Mateus.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree