-->

Pastor que chamou coronavírus de histeria morre de Covid-19

27 Março 2020

Landon Spradlin, o pastor norte-americano que chamou o novo coronavírus de ‘histeria coletiva’, morreu na última quarta-feira, 26, aos 66 anos, de covid-19, nos Estados Unidos.

O músico religioso soltou a declaração polêmica

dias antes de apresentar os sintomas da doença, e chegou a compartilhar informações falsas sobre o assunto.

De acordo com o jornal ABC, Spradlin acreditava que a covid-19 não era tão perigosa quanto está sendo noticiada pela mídia mundial. Ele acreditava ainda que os veículos usavam a doença para atacar o presidente de seu país, Donald Trump.

O pastor passou mal no último dia 17, foi levado para o hospital Atrium Cabarrus, em Concord, onde foi diagnosticado com pneumonia nos dois pulmões. Ele foi submetido ao teste do novo coronavírus, que deu positivo.

Um dia depois seu estado de saúde se agravou, ele foi sedado, mas não resistiu aos sintomas. Ele foi a décima morte relacionada ao coronavírus na Virgínia.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree