-->

Tufão obriga retirada de cinco mil pessoas do norte das Filipinas

19 Novembro 2019

Cerca de cinco mil pessoas foram retiradas do norte das Filipinas devido à aproximação do tufão Kalamaegi. Autoridades locais alertaram que o tufão atingir a província de Cagayan nas próximas horas. 

Filipinas - Divulgação Wikipedia

"Estamos preparados para a chegada da tempestade", afirmou o governador de Cagayan, Manuel Mamba. Mamba ainda explicou os cortes de energia como medida preventiva nas cidades de Gonzaga e Santa Ana.

Dada a proximidade do Kalamaegi, que na segunda-feira passou de forte tempestade tropical a tufão, as províncias mais setentrionais das Filipinas, como Cagayan, Isabela, Ilocos ou Batanes, sofrem com fortes chuvas e ventos que devem se intensificar durante o dia.

O Instituto de Meteorologia filipino prevê que o tufão perca força ao tocar a terra.

Por volta das 7h, horário local (23h de ontem em Lisboa), o tufão encontrava-se a 110 quilômetros a leste da cidade de Calayan, na província de Cagayan, no nordeste da ilha de Luzon.

A tempestade move-se lentamente na direção noroeste, com ventos sustentados de 120 km/h.

Apesar de terminada a temporada de tufões em outubro, Kalamaegi é considerado o maior tufão a atingir as Filipinas este ano.

*Emissora pública de televisão de Portugal

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree