-->

Atletas de MS são campeões sul-americanos de kickboxing no Peru

19 Novembro 2019

Campo Grande (MS) – No último final de semana, Mato Grosso do Sul foi muito bem representado no 11º Campeonato Sul-Americano de Kickboxing, realizado em Lima, capital do Peru. O evento, realizado

de 14 a 17 de novembro, contou com a participação de mais 500 atletas de diversas categorias, oriundos de 10 países.

Sidinei Carmo de Souza, de Caarapó, foi campeão na categoria até 57 quilos. O atleta de 25 anos esteve no mês de outubro em Sarajevo, na Bósnia, onde disputou o Campeonato Mundial da modalidade (também denominada K1), após convocação da Confederação Brasileira de Kickboxing (CBKB). O caarapoense é o número um no ranking da CBKB na modalidade low kicks, categoria branca/marrom até 57 kg.

Sidnei do Carmo com e medalha conquistada no Peru

“Já me faltam palavras, porque Deus tem honrando meu trabalho de tal forma, que só sobra gratidão. Obrigado a cada um que me ajudou a tornar isso possível”, escreveu em rede social o atleta de k1 sul-mato-grossense, assim que obteve a condecoração dourada no Peru.

Segundo o presidente da Federação de Kickboxing de Mato Grosso do Sul (FKMS), Joemerson Souza Leite, o desportista do interior é um “achado”, o tipo de atleta que se destaca a cada 100 alunos. “Imagino que seja o melhor atleta do Estado hoje peso por peso. Por ser atleta de Caarapó, não tem muita condição de treinamento e, às vezes, precisa ir a Dourados treinar com a sua equipe. Isso mostra o esforço, a garra e dedicação que esse atleta tem”.

O outro medalhista de ouro em Lima foi Caiubi Ajala, conhecido no Estado não só pelo K1, mas também por disputar outras artes marciais, como o muay thai. O sul-mato-grossense terminou na primeira colocação da categoria até 67 quilos. “Eu não tinha este título, sou apenas campeão brasileiro e pan-americano e tenho títulos do muay thai nestes dois níveis de competição. Então, fico muito feliz por levar mais uma medalha que dá ‘bagagem’, aprendizado à carreira”, destaca Ajala.

Para Joemerson Leite, esses títulos representam muito para Mato Grosso do Sul e mostram que o kickboxing está em ascensão no Estado. “Temos uma nova geração de atletas dando continuidade em levar o nome do Mato Grosso do Sul aos lugares mais altos de pódios nacionais e internacionais”. De acordo com o dirigente da FKMS, o apoio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) é fundamental para o crescimento da modalidade.

“É de suma importância. O investimento por parte do setor privado é bem escasso aos atletas que praticam esportes de luta. Graças ao apoio do Governo do Estado, esses atletas conseguem participar de grandes eventos e despontar no cenário sul-mato-grossense e nacional”, finaliza.

 

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Fotos: Divulgação


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 623 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree