-->

Após protagonizar confusão na Alesp, 'Mamãe Falei' diz que 'combate privilégios'

05 Dezembro 2019

Após o discurso agressivo que terminou em empurrões e agressões físicas no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) nesta quarta-feira, 4, o deputado estadual Arthur do Val (sem

partido), afirmou em seu perfil no Twitter que "arriscar a vida pra combater privilégios não é piada".

A confusão na Alesp teve início após o parlamentar chamar petistas e esquerdistas de "vagabundos". O deputado conhecido como "Mamãe Falei" disse ainda, em outras postagens, que "não encostou em ninguém" durante o tumulto na Casa Legislativa paulista e que não é "fácil defender o que é certo".

A manifestação sobre o "combate aos privilégios" se deu em resposta a uma publicação do youtuber Felipe Neto, que compartilhou o vídeo sobre o tumulto iniciado após o parlamentar faz comentários sobre os líderes sindicalistas. "A política brasileira virou piada", escreveu Felipe Neto.

No vídeo, Arthur do Val diz: "Levanta a mão quem é machão. Levanta a mão o líder sindical aí. Quem é líder sindical aí? Levanta a mão. Ta com medo? Quero ver me encarar, líder sindical. Eu quero pegar você. Eu quero pegar você, que toma o dinheiro dos trabalhadores. Bando de vagabundo".

O plenário é então tomado por parlamentares e apoiadores. Com a confusão, a sessão parlamentar foi suspensa. Na ocasião, os parlamentares discutiam a reforma da Previdência no Estado.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree