-->

Parceria entre Estado e APAE atendeu mais de 710 mil gestantes

06 Dezembro 2019

Campo Grande (MS) – Uma parceria entre o Governo do Estado e a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Campo Grande, já possibilitou que quase 11

milhões de exames de Triagem de Pré-Natal fossem realizados em mais de 700 mil gestantes.

Utilizando como material biológico o sangue seco em papel-filtro, o exame é feito com o objetivo de identificar problemas de saúde tanto da mulher quanto do bebê e integram o Programa Estadual de Proteção à Gestante de Mato Grosso do Sul (PEPG/MS). Com isso, cada vez mais gestantes têm acesso ao pré-natal, e ainda é possível reduzir a mortalidade materno-infantil no Estado.

Realizando uma média de 3,2 mil triagens por mês, o PEPG/MS cobriu 93,24% do total de gestantes do Estado, desde que teve início, e é dividido em três etapas: na primeira, é feita a triagem pré-natal, por meio da coleta de algumas gotas de sangue do dedo da gestante, que são colocadas em papel-filtro. Na segunda, ocorre a confirmação do diagnóstico em exames laboratoriais; e na terceira, é ofertado o acompanhamento e tratamento a todas as gestantes dos 79 municípios do Estado.

A triagem pré-natal garantida pelo Programa oferta a realização exames que detectam toxoplasmose, rubéola, doenças da inclusão citomegálica, sífilis, aids, Doença de Chagas, hepatite B e C, HTLV, hipotireoidismo e hemoglobinopatias.

 

Katiuscia Fernandes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

 

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree