-->

Pessoas com fibromialgia têm prioridade de atendimento em MS

10 Dezembro 2019
Foto: Governo de MS

 A partir desta terça-feira (10.12), quem tem fibromialgia passa a ter prioridade de atendimento nos estabelecimentos comerciais e de serviço em Mato Grosso

do Sul, assim como gestantes, lactantes, mães com crianças de colo, pessoas com deficiência ou Transtorno do Espectro Autista. É o que determina a Lei 5.450, sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja e publicada no Diário Oficial do Estado.

Além disso, esses locais deverão fixar uma placa com os seguintes dizeres: “atendimento prioritário às gestantes, às lactantes, às mães acompanhadas por crianças de colo, às pessoas com deficiência, às pessoas que possuem Transtorno do Espectro Autista TEA e as pessoas com fibromialgia (Lei Estadual nº 3.530, de 24 de junho de 2008)”.

A proposição, aprovada pela Assembleia Legislativa, é de iniciativa do deputado Pedro Kemp e atende uma reivindicação de membros da Associação Nacional de Fibromiálgicos e Portadores de Doenças Crônicas.

A fibromialgia é uma doença caracterizada por dores crônicas que se instalam em diversas partes do corpo, principalmente nos tendões e nas articulações. A enfermidade atinge, principalmente, mulheres de 30 a 55 anos, tendo como consequência desdobramentos no sistema nervoso que potencializa sensibilidade a dor, vez que, seus cérebros interpretam os estímulos da dor de maneira exagerada.

“Por suas limitações, as pessoas portadoras de Fibromialgia ficam prejudicadas quando precisam utilizar serviços simples do dia a dia, em que são submetidas a filas extensas. A prioridade facilitará a realização dessas atividades, acarretando-lhes maior independência”, justificou o deputado.

Confira o texto na página 2 do Diário Oficial do Estado. 

Comentários

Comentários

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree