-->

Cotolengo fará rifa de camiseta do Flamengo autografada pelos campeões da Libertadores

17 Janeiro 2020
A instituição se mantém por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas, promoções sociais e convênios com os poderes públicos - Foto: Divulgação

Com mais de 24 anos

de atuação em Campo Grande, o Cotolengo Sul-Mato-Grossense inicia, nos próximos dias, a venda dos números da rifa online de uma camiseta oficial do Clube Regatas Flamengo, do Rio de Janeiro (RJ), autografada por todos os jogadores campeões da Taça Libertadores da América 2019. O dinheiro arrecadado com essa promoção será todo destinado para a compra de mobiliário para uma casa inclusiva, que abrigará 10 novas crianças que chegarão à instituição no mês de fevereiro próximo.

Segundo o diretor-presidente do Cotolengo Sul-Mato-Grossense, padre Valdeci Marcolino, a ideia de fazer a rifa de uma camiseta do atual campeão da Libertadores partiu do empresário Beto Pereira, o “Beto do Comper”, que foi atrás dos contatos necessários para conseguir o brinde. “Enviamos um ofício ao deputado federal Luiz Eduardo Carneiro da Silva de Souza Lima para que intercedesse junto ao presidente do Flamengo, Luiz Rodolfo Landim Machado, e obtivesse a doação da camiseta oficial da Final da Libertadores 2019 com as assinaturas dos jogadores”, relatou.

Ele explica que o objetivo é concluir a rifa online até março deste ano para que os recursos sejam aplicados na implantação da Casa Inclusiva, que requer mobiliário e instalações físicas para atender as 10 crianças com deficiência de forma ininterrupta em tempo integral. “A camiseta do Flamengo utilizada na partida final da Libertadores 2019, autografada pelos jogadores campeões, já está com o Beto Pereira. Agora, uma empresa está organizando a rifa para que possamos iniciar a comercialização dos números da rifa online, sendo que o valor ainda não foi definido, mas a expectativa é arrecadar pelo menos R$ 80 mil”, informou.

O padre Valdeci Marcolino explica que o Cotolengo Sul-Mato-Grossense iniciou suas atividades em Campo Grande no ano de 1996 e foi criado pela Pequena Obra da Divina Providência, congregação religiosa fundada por São Luiz Orione, na Itália. “O nosso objetivo é acolher o portador de necessidades especiais de qualquer idade, sexo, cor e religião, visando a promoção humana, a reabilitação e a integração à sociedade. Os critérios de atendimentos são que as crianças tenham lesão cerebral grave, diagnosticada por um médico, serem totalmente dependentes de atividades de via diária e não serem atendidas por nenhuma outra instituição congênere”, enumerou.

O diretor-presidente do Cotolengo Sul-Mato-Grossense reforça que a instituição se mantém por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas, promoções sociais e convênios com os poderes públicos municipais e estadual. “Os interessados em colaborar podem entrar em contato com o Cotolengo e colaborar, fazendo doações de alimentos, roupas, calçados, remédios, móveis, eletrodomésticos, entre outros. Para doações em dinheiro, nós também disponibilizamos as contas bancárias”, detalhou.

As pessoas interessadas em contribuir podem obter mais informações pelo telefone (67) 3358-4848, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e pelo site.

Deixe seu Comentário

Veja Também


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 6047 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree