-->

MS tem segurança reforçada após fuga de presos do Paraguai

20 Janeiro 2020
Polícia monta guarda em frente à prisão de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, após fuga de dezenas de presos - vários deles ligados ao PCC - Foto: Terceiro/Agência O Globo

A fuga de 76 presos do PCC (Primeiro Comando da Capital) em Pedro Juan Caballero no domingo (19) foi um dos assuntos mais comentados do País nas últimas horas. Em MS a fuga movimentou as equipes de segurança pública, com policiais militares e civis sendo deslocados para a fronteira. A informação é do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira.

“Ontem, nós tivemos esse episódio no Paraguai e aí a importância da pronta resposta. Então, logo ainda na madrugada fomos comunicados pelos órgãos de inteligência do Paraguai e imediatamente o governador determinou que reforçássemos com as equipes do DOF, da Policia Rodoviária Estadual, com as equipes táticas dos batalhões do entorno de Ponta Porã. Clareou o dia nós descemos lá com helicóptero para dar o apoio terrestre e também daqui enviamos equipes do Garras, do Bope, do Choque e da Derf. Equipes que estavam nos plantões desceram para a fronteira”, afirmou o secretário. O principal objetivo do reforço policial é evitar a entrada dos criminosos em território brasileiro.

O policiamento conta com barreiras de fiscalização e até uso de helicópteros, mas ainda é possível viajar e voltar do Paraguai. “O termo ‘fechar a fronteira’ deve ser interpretado da seguinte maneira: intensificou o policiamento, a fiscalização na fronteira”, explicou o secretário.

Ele afirmou ainda ter uma sintonia grande com a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), do Paraguai, e que desde o último trimestre de 2019 Mato Grosso do Sul já tinha informação da necessidade e estava monitorando com muita atenção a fronteira com o Paraguai.

Deixe seu Comentário

Veja Também


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree