-->

Fiscalização do Mapa detecta 4 mil frascos de azeite de oliva falsificados

17 Fevereiro 2020
A fraude foi detectada em fiscalização de rotina do Mapa - Reprodução

Um total de 4 mil frascos de azeite de oliva falso foi destruído na sexta-feira (14), em

Araraquara (SP). O produto foi fraudado com a adição de outros óleos vegetais, em sua maioria de soja.

A fraude foi detectada em fiscalização de rotina do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Os frascos identificados são do lote 34642823, da marca Oliveiras do Conde. A empresa fabricante (Rhaiza do Brasil) não foi localizada pelo Ministério.

A rede de supermercados que comercializava o óleo foi autuada e poderá pagar multa de até R$ 500 mil. Os estoques destruídos estavam depositados nas cidades de Araras, Ribeirão Preto e em Araraquara. Auditores Fiscais Agropecuários do Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal do Mapa no estado de São Paulo, acompanharam o descarte do produto.

“O óleo foi encaminhado para aterro sanitário industrial para o descarte seguro e as embalagens de vidro foram quebradas a fim de evitar o reaproveitamento”, explica o Coordenador-Geral de Qualidade Vegetal do Mapa, Hugo Caruso.

O coordenador destaca que a responsabilização dos comerciantes pela venda dos produtos tem contribuído para a redução das irregularidades, pois as multas pesadas exigem mais atenção por parte dos comerciantes, que são corresponsáveis pela qualidade do produto que é colocado nas prateleiras e ofertado aos consumidores.

Deixe seu Comentário

Veja Também

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree