-->

Presidente da FEHBESUL pede apoio para aprovação de fundo destinado aos hospitais filantrópicos de MS

21 Fevereiro 2020
Foto: Santa Casa

Na tarde desta quarta-feira (19), representantes dos hospitais filantrópicos da Capital e interior do Estado estiveram reunidos na Assembleia Legislativa de MS para discutir o

projeto de lei de autoria do deputado estadual, Evander Vendramini (PP), que cria o Fundo Estadual de Apoio aos Hospitais Filantrópicos de Mato Grosso do Sul. A proposta que começou a tramitar no legislativo estadual pode ajudar a diminuir a defasagem de valores da atual tabela de pagamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com estudo da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Brasil (CMB) de cada R$ 100,00 usados no atendimento aos pacientes do SUS, os hospitais recebem o repasse de apenas R$ 65,00.

A diferença de valores aliada ao atraso nos repasses tem contribuído para o endividamento do setor, destacou o presidente da Santa Casa, Esacheu Nascimento, que também preside a FEHBESUL (Federação das Santas Casas, Hospitais e Instituições Filantrópicas e Beneficentes de Mato Grosso do Sul).  “Todos os hospitais filantrópicos estão trabalhando com déficits e, com o crescimento das tarifas, a tendência é aumentar.  Por isso, parabenizo pela iniciativa do projeto de Lei que vem para ajudar nos reparos dos prejuízos enfrentados. Na Santa Casa, nós estamos no limite e não podemos mais aumentar despesas”, enfatizou.

A proposta de criação do fundo, que agora segue para avaliação das comissões parlamentares, prevê que 10% (dez por cento) de todos os valores não utilizados pelos Poderes Legislativo e Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas, devolvidos de forma voluntária ao Poder Executivo, sejam repassados ao Fundo destinado ao apoio financeiro dos hospitais filantrópicos, que em Mato Grosso do Sul representam 42 (quarenta e duas) instituições.

O consultor hospitalar da Santa Casa, Adm. Ivandro Fonseca, lembrou que caso o fundo seja aprovado, poderá ajudar a diminuir o endividamento bancário do setor, já que os hospitais não têm como prever os custos decorrentes desse tipo de financiamento. Além disto, maior beneficiada será a população sul-mato-grossense. “A Santa Casa e os demais hospitais do interior desenvolvem em prol da população”, afirma.

Comentários

Comentários


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree