-->

Após chuva de 73 milímetros, equipe com 300 pessoas trabalha na recuperação da cidade

21 Fevereiro 2020
Divulgação

A Prefeitura de Campo Grande escalou uma equipe de 300 trabalhadores para recuperação de diversos pontos da cidade. O mutirão trabalha na limpeza e na reconstrução de parte

do asfalto danificado pela forte chuva, de 73 milímetros, que caiu na cidade nesta quinta-feira (21).

Na rotatória da Rachid Neder com a Ernesto Geisel começou o trabalho de remoção do pavimento e retirada do barro. Ainda hoje, será refeito o asfalto para normalizar o tráfego na região. Outras equipes trabalham na limpeza do Jardim Paradiso e de recuperação da ponte sobre o Córrego Segredo, no Bairro Estrela do Sul.

A força das águas destruiu, por exemplo, parte de um muro construído há 40 anos na Ernesto Geisel, na margem do Rio Anhandui. Nesta sexta-feira, equipes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, que prontamente interditaram o local, vão trabalhar na recuperação dos danos. Será preciso reerguer as placas e recompor o talude de contenção. Esta mesma solução foi adotada em trechos do canal do Córrego Segredo, onde o mesmo problema aconteceu. Essa fase ainda está em finalização e depende de recursos federais, bem como de tempo favorável para sua execução.

A prefeitura realiza estas intervenções, justamente, para corrigir esse problema de transbordamento do Rio Anhandui, que se arrasta há décadas. Uma das obras mais esperadas pelos campo-grandenses, a requalificação da Avenida Ernesto Geisel voltou a ser executada em 2018, após a Prefeitura recuperar os recursos alocados junto ao Ministério das Cidades e fazer a licitação. A obra faz parte de um conjunto de ações que beneficiará diretamente os moradores dos bairros Marcos Roberto, Jockey Clube, Jardim Paulista e Vila Progresso.

Programa de intervenções Emergenciais em Drenagem

A Prefeitura de Campo Grande aguarda liberação de R$ 50 milhões do Governo Federal para obras do Programa de Intervenções Emergenciais em Drenagem Urbana de Campo Grande – MS.

O programa apresenta propostas de intervenções nas bacias hidrográficas mais impactantes de Campo Grande, principalmente por se tratar de cabeceiras de drenagem, destinadas a melhorar o sistema de saneamento básico, a partir da implantação de sistemas de manejo de águas pluviais e drenagem urbana.

Espera-se, assim, promover melhorias no contexto socioambiental e de saúde pública, impactando positivamente na qualidade de vida da população e na qualidade ambiental da cidade.

Ao todo, estão previstas 6 obras de implantação de bacias de amortecimento de águas pluviais, promovendo o correto manejo de águas pluviais, bem como, quando necessário, a readequação do sistema de drenagem urbana do respectivo entorno, cuja inexistência dessas obras atualmente contabilizam inúmeros impactos ambientais, principalmente nos períodos anuais de maior pluviosidade.

Deixe seu Comentário

Veja Também


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree