-->

Corumbá encerra a folia celebrando os velhos carnavais

25 Fevereiro 2020
Divulgação

Campo Grande (MS) – O último dia de carnaval em Corumbá exalta o romantismo, a pureza, as bandinhas de sopro e muita serpentina e confetes, com o desfile

das alas de pastorinhas e dos marinheiros, do corso (carros antigos enfeitados) e cordões carnavalescos.

É o Carnaval Cultural, criado pela prefeitura há mais de 15 anos para celebrar uma festa que se concentrava nos clubes até a criação da primeira escola de samba da cidade, em 1946.

A terça-feira (25) proporciona aos corumbaenses e turistas uma volta a um passado que ainda preserva os cordões carnavalescos, que surgiram no Brasil no final do século XIX.

Corumbá mantém essa tradição com os cordões Cinelândia, Cravo Vermelho, Flor de Corumbá e Paraíso dos Foliões, alguns fundados há mais de 70 anos. A forma de expressão do carnaval ganhou esse nome porque os foliões saiam em filas pelas ruas.

Cordão Cinelândia, fundado em 1967, ainda mantém a essência ao ritmo da banda de sopro

O Carnaval Cultural terá início às 20h, na Avenida General Rondon, com o abre-alas pelos bonecões que homenageiam personalidades populares da cidade. Na sequência, passará o corso, alas das pastoras e dos marinheiros, bloco de frevo, cordões e bloco dos palhaços, que atrai milhares de foliões.

O último de folia terá, ainda, a passagem pela avenida do bloco independente Afoga o Ganso e show gratuito com o cantor Reinaldinho (ex-vocalista do Grupo Terra Samba), no palco armado na Praça Generoso Ponce, às 23h.

O carnaval corumbaense tem o apoio do Governo do Estado, que destinou R$ 700 mil para o evento, recurso este distribuído entre as escolas de samba, blocos e prefeitura.

Pesada, a favorita

No segundo dia de desfile das escolas de samba, a segunda-feira, o circuito do samba – Avenida General Rondon e a Praça Generoso Ponce – recebeu mais de 30 mil pessoas, segundo estimativa divulgada pelo comando da Polícia Militar.

Somente as cinco escolas de samba que se apresentaram levaram para a avenida mais de quatro mil foliões. Foi mais uma noite tranquila, resultado da ação integrada da Polícia Militar com a guarda municipal e a segurança privada, totalizando mais de 400 homens e mulheres envolvidos na operação.

A Pesada levou para a avenida carros e fantasias com riqueza de detalhes e bom acabamento

A apuração do desfile será nesta quarta-feira (26) e a escola de samba A Pesada, campeã em 2019, é considerada favorita para carimbar mais um título. Com mais de 1.000 componentes, a agremiação fez uma grande apresentação, empolgando o público.

Também concorrente ao campeonato está a Império do Morro, último escola a se apresentar. A Marquês de Sapucaí surpreendeu na avenida, mas saiu com atraso de oito minutos, sendo penalizada em quatro pontos. Imperatriz Corumbaense e Estação Primeira do Pantanal apenas cumpriram o regulamento.

Texto e fotos: Sílvio de Andrade – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Deixe seu Comentário

Veja Também


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree