-->

FUP pede ao TST que Petrobras repasse à Fiocruz multa cobrada por greve

31 Março 2020
A Federação Única dos Petroleiros (FUP) - Foto: Divulgação

A Federação Única dos Petroleiros (FUP), representante de empregados da Petrobras, pediu ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) que a

multa de R$ 1,8 milhão cobrada dos sindicatos filiados pela greve de fevereiro seja repassada à Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), para que seja aplicada no combate ao coronavírus. O pedido foi inserido no processo que está a cargo do ministro Ives Gandra.

A greve dos petroleiros durou 20 dias e tinha como principal objetivo a inserção dos trabalhadores da subsidiária Araucária Nitrogenados (Ansa), instalada no Paraná, no sistema Petrobrás.

A fábrica entrou em processo de hibernação no início do ano. Após intermediação do ministro Gandra, ficou estabelecido que a empresa poderia reter o repasse de R$ 2,47 milhões das mensalidades sindicais pagas pelos funcionários.

Desse total, R$ 1,8 milhão já foram retidos pela Petrobras e correspondem ao valor que a FUP gostaria que fosse remanejado à Fiocruz.

Na petição, a FUP destaca a importância da Fundação na pesquisa de tratamentos para a covid-19, que está sendo implementada em 18 hospitais de 12 Estados.

Ressalta ainda que a Fiocruz é o braço brasileiro da iniciativa Solidariedade lançada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Deixe seu Comentário

Veja Também

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree