-->

“População deve redobrar os cuidados com a dengue”, diz Renato Câmara com avanço da doença

01 Abril 2020
Deputado Renato Câmara pede para que as pessoas aproveitem o tempo em casa para ampliar o combate aos focos do mosquito da dengue; Mato Grosso do Sul registrou mais de
400 novos casos por dia nos primeiros três meses do ano - Foto: Divulgação

O sinal vermelho para o risco de colapso do sistema de saúde em razão do coronavírus também mantém autoridades em alerta para o agravamento de epidemias já conhecidas, como é o caso da dengue. Diante da situação, o deputado estadual Renato Câmara (MDB), que é coordenador-presidente da Frente Parlamentar de Combate à Tríplice Epidemia, chama à atenção para o avanço da dengue no primeiro trimestre de 2020 em Mato Grosso do Sul. São mais de 36,6 mil casos da doença, o que corresponde a uma média superior a 400 novos casos por dia.

Os números estão no mais recente boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretária Estadual de Saúde) e mostram que dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 75 estão com alta incidência da doença. O boletim também apontou que já foram registradas 19 mortes em razão da dengue no Estado. O óbito mais recente foi de uma mulher de 92 anos, de Aquidauana, que morreu no dia 2 de março.

Renato Câmara adverte que a ampliação do combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti neste momento também contribui para enfrentamento ao Covid-19, já que resulta na diminuição do número de pessoas ocupando leitos hospitalares em virtude da doença.

“Agora, mais do que nunca, é necessário assumirmos nossa auto responsabilidade e darmos nossa demonstração de cidadania. O enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti também depende das nossas ações conjuntas. Diferente do coronavírus, esse é um inimigo que podemos ver e eliminá-lo. Por isso, peço para que cada uma das pessoas que estão em casa travarem essa guerra contra o mosquito transmissor da dengue, zica e chikungunya. O mosquito é extremamente urbano e 90% de seus criadouros encontram-se no ambiente domiciliar. Precisamos encontra-los e eliminá-los. É desta forma que podemos proteger a nossa família e nossos vizinhos”, destacou Renato Câmara.

O emedebista informou que Frente Parlamentar de Combate à Tríplice Epidemia, que composta por representantes de mais de 30 instituições, está desenvolvendo uma grande campanha para incentivar à sociedade a participar mais efetivamente do combate aos focos do mosquito da dengue. A campanha prevê a divulgação de um vídeo dando dicas e informações sobre a importância do enfrentamento ao
Aedes aegypti para diminuir o número de casos e, consequentemente, de pacientes ocupando leitos hospitalares que podem ser utilizados para atender as pessoas acometidas com o coronavírus. “Se cada um fizer sua parte, cuidar do seu quintal e evitar qualquer recipiente com acúmulo de água, finalizou o deputado.

PROJETO DE LEI

Nesta terça-feira, Renato Câmara apresentou um projeto de lei que visa estabelecer requisitos mínimos a serem adotados pelos municípios de MS para a elaboração dos Planos de Contingência das Arboviroses, que engloba o conjunto de ações, propostas e diretrizes voltadas para o combate de doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika vírus, febre chikungunya e febre amarela.

Conforme o deputado, a proposta, extraída a partir de discussões e encaminhamentos da Frente Parlamentar de Combate à Tríplice Epidemia, tem o objetivo de garantir mais eficácia e aplicabilidade ao planejamento anual de ações desenvolvidas pelos municípios para enfrentamento às doenças causadas pelos arbovírus. A ideia é buscar um maior poder de execução as medidas que fazem parte das diretrizes estratégicas, mas que muitas vezes não são colocadas em prática. “A ideia é padronizar a elaboração deste plano de ação para que propostas sejam efetivamente aplicadas e o combate a essas doenças tenham ações sistemáticas por parte de todos os municípios”, disse Renato Câmara.

Deixe seu Comentário

Veja Também

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree