-->

Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta; Londres é exceção

16 Setembro 2020

As bolsas da Europa fecharam na maioria em alta nesta quarta-feira, 16, com grande expectativa pela reunião e os posicionamentos seguintes do Federal Reserve (Fed, o banco central

americano). A única exceção ao movimento de ganhos foi Londres, que chegou a operar em alta, mas fechou em baixa. O destaque positivo foi para o setor de varejo, enquanto montadoras tiveram perdas. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,58%, a 373,13 pontos.

É possível que o Fed prolongue sua política de inflação, relaxada recentemente, segundo o analista da Spreadex, Connor Campbell.

"Além disso, o Fed trará uma potencial melhora na economia dos Estados Unidos e lembrança da necessidade de alcançar um pacote bipartidário no Congresso para estímulos fiscais e, talvez, uma mudança no forward guidance", projetou o analista sobre possíveis temas a serem tratados na reunião desta quarta.

O FTSE 100, referência em Londres, caiu 0,44%, pressionado por ações de grandes exportadoras, em meio ao fortalecimento da libra. Dados divulgados nesta quarta-feira apresentaram a inflação anual no país desacelerando em agosto, com os preços ao consumidor subindo 0,2%, frente 1% de aumento em julho.

O setor de varejo liderou ganhos no dia, guiado por aumento de 8,08% nas ações da Inditex, depois que sua subsidiária Zara anunciou lucros no segundo trimestre, frente a quedas anteriores relacionadas a fechamentos de lojas.

Em Madrid, a Inditex registrou a maior alta do dia, e impulsionou o Ibex 35 a fechar com avanço de 1,06%, a 7110,80 pontos.

As montadoras tiveram em grande parte um dia de perdas, após a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, anunciar durante o discurso do Estado da União nesta quarta-feira, que espera aumentar os cortes de emissões de carbono na União Europeia de 40% para 55% em 2030, em uma tentativa de se aproximar da neutralidade climática proposta pelo acordo de Paris.

Em Paris, onde o CAC 40 subiu 0,13%, a 5074,42 pontos as montadoras apareceram como destaque negativo, com Renault em baixa de 1,75%, acompanhada por Peugeot (-0,94%).

O DAX também chegou a operar em baixa em Frankfurt, mas se recuperou e teve alta de 0,29%, a 1.3255,27 pontos.

Em Milão, o FTSE MIB operou perto da estabilidade, avançando 0,04%, a 19963,99 pontos.

Em Lisboa, o PSI20 fechou em alta de 0,22%, a 4293,62 pontos.

Um dos principais indicadores na zona do euro divulgados nesta quarta foi a balança comercial, que registrou aumento nas importações e exportações em julho, o terceiro mês seguido de alta. No entanto, os números ainda estão abaixo dos níveis pré-pandemia.

*Com informações Dow Jones Newswires.

Deixe seu Comentário

Veja Também

Mais Lidas

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree