-->

Russomanno chama Marco da Costa para vice e reforça apelo a voto bolsonarista

16 Setembro 2020
Celso Russomanno será o candidato do Republicanos à Prefeitura de São Paulo - (Foto: Rafael Arbex/ Estadão)
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

No último dia de prazo do calendário eleitoral, o Republicanos oficializou nesta quarta-feira, dia 16, a candidatura do deputado federal Celso Russomanno na disputa pela Prefeitura de São Paulo e anunciou que o vice na chapa será o advogado Marcos da Costa, do PTB, ex-presidente da OAB paulista. A chapa ingressa na disputa como a dupla preferencial do presidente Jair Bolsonaro na disputa e já recebeu a sinalização de que terá apoio público do mandatário. Tanto o Republicanos quando o PTB integram a base aliada de Bolsonaro na Câmara dos Deputados. A união aumenta o tempo de rádio e televisão no horário eleitoral gratuito que Russomanno terá à sua disposição.

"Esse alinhamento já existe com o governo federal e será muito bom para São Paulo", afirmou o presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira, na convenção.

"Celso, você é meu candidato e o meu amigo de 20 anos. Estamos juntos mais uma vez", discursou Marcos da Costa. "Essa união propicia uma campanha mais robusta e mais forte", afirmou Russomanno.

A definição de Marcos da Costa como vice ocorre depois da tentativa de compor aliança com a deputada Joice Hasselmann, do PSL, e com o major Costa e Silva, que disputou o cargo de governador pelo Democracia Cristã (DC) nas eleições de 2018 e que será candidato a vereador pelo PTB. A investida com o PSL não teve sucesso e que o partido teria que abrir mão da candidatura própria. A conversa foi feita com a ala "bolsonarista" da cúpula do PSL nacional, que tenta se reaproximar do presidente, passando por cima da executiva estadual.

O PTB já tinha realizado no sábado a sua convenção partidária que tinha oficializado a candidatura própria de Marcos da Costa. Com a desistência, o partido mantém a tendência dos últimos 24 anos de firmar uma composição. Nesta terça-feira, o PTB e a assessoria do Marcos da Costa reafirmaram a candidatura própria do advogado e negaram reiteradas vezes a possibilidade de composição com o Republicanos.

O atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), o ex-governador Márcio França e, agora, Russomanno são os únicos candidatos que conseguiram formar coligação para aumentar o tempo de televisão no horário eleitoral.

Na convenção do PTB, Marcos da Costa disse estar alinhado ideologicamente a Bolsonaro. Questionado sobre a relação conturbada do presidente da República com a OAB e de seus apoiadores com integrantes do poder Judiciário, o candidato afirmou ser um democrata e defendeu a Constituição.

Disse também que se identifica com valores do presidente do partido, Roberto Jefferson, apoiador de Bolsonaro: "(Me identifico com) a defesa que ele faz da Pátria. Nunca me vi saindo do Brasil. Quanto à família, casei com minha primeira namorada. Quanto ao credo em Deus, sempre fui cristão, sou estou aqui por causa Dele. Entrei para o PTB sabendo do reposicionamento do partido, mais conservador e à direita. São valores que defendo."

Na convenção, além de aprovar a chapa majoritária (Russomanno-Marcos) e a chapa de vereadores, o Republicanos deu carta branca para que a executiva paulistana do partido realize alterações nos quadros lançados sem precisar de nova consulta aos convencionais.

Banner Whatsapp Desktop

Deixe seu Comentário

Veja Também

Mais Lidas

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree