-->

Flamengo vacila na altitude e leva 5 a 0 do Independiente Del Valle

17 Setembro 2020

Em seu retorno à Copa Libertadores, o Flamengo voltou a apresentar atuação irregular e sofreu uma dura derrota na fase de grupos, na noite desta quinta-feira. No

primeiro tropeço na competição, os atuais campeões foram goleados pelo Independiente Del Valle pelo contundente placar de 5 a 0, na altitude de 2.850 metros de Quito, no Equador. O time brasileiro vinha de duas vitórias na competição.

Cauteloso demais na cidade equatoriana, o Flamengo oscilou mais uma vez, como vinha fazendo no Brasileirão. Mais preocupado em se defender do que em atacar ao longo da maior parte do jogo, a equipe brasileira abusou dos erros no meio-campo, falhou na marcação e esqueceu da criatividade e da intensidade que lhe são tão comuns desde o ano passado. Como consequência, fez provavelmente sua pior partida do ano.

Diante destas fragilidades, o Fla se tornou alvo fácil do bem armado Independiente, que vive grande fase na temporada. Desde a retomada do futebol, após a paralisação causada pela pandemia, os equatorianos não perderam. Agora soma dez jogos de invencibilidade, com sete vitórias e três empates, com 25 gols marcados.

Com o tropeço, o Fla figura agora no segundo lugar do Grupo A, com três pontos. Está atrás justamente do rival equatoriano, que soma nove pontos e aproveitamento de 100% até agora. Junior Barranquilla e Barcelona de Guayaquil, os outros dois times da chave, ainda se enfrentam nesta quinta-feira. Ambos ainda não pontuaram.

Pela quarta rodada do Grupo A, o time brasileiro enfrentará o Barcelona na terça da próxima semana, fora de casa.

O JOGO - Com Diego no meio-campo e sem Bruno Henrique, o Flamengo mostrou no primeiro tempo a mesma cautela com que Domènec Torrent escalou a equipe. A altitude equatoriana, claro, também influiu na postura. Mais concentrado na defesa e no meio-campo, o time carioca propôs pouco jogo na etapa inicial.

Assim, abriu espaço para o time da casa, com mais iniciativa. O Independiente exibia melhor ritmo de jogo, trocava passes com mais facilidade e envolvia o Flamengo. Com o passar do tempo, o domínio foi ficando claro, até que se traduziu em vantagem no placar. Foi aos 39, quando Moisés Caicedo fez linda jogada, com um corta-luz no início do lance, antes de completar para as redes.

Do outro lado, Gerson e Diego faziam partida apática, sem qualquer criatividade. Era evidente a preocupação dos jogadores do Flamengo com o eventual desgaste físico de atuar na altitude. Tolhido, o time brasileiro passou mais tempo assistindo ao rival do que buscando o ataque.

A situação, que já era ruim, se tornou ainda mais difícil no segundo tempo. Domènec até tentou, ao trocar Diego por Bruno Henrique. Mas, antes mesmo do atacante tocar na bola, o Independiente chegava ao segundo gol. Logo aos três minutos, Preciado fez bela jogada, deixando três marcadores para trás e tabelando com Murillo. De fora da área, bateu firme e colocado, no ângulo de César.

A vantagem dos equatorianos foi ampliada nove minutos depois, desta vez com Gabriel Torres. Em um contra-ataque sem reação do Fla, ele investiu pela esquerda, cortou para dentro e caprichou no chute, no canto esquerdo do goleiro brasileiro: 3 a 0.

Numa última tentativa de reduzir o estrago, Domènec mudou o setor ofensivo da equipe brasileira, com Thiago Maia, Michael e Pedro em campo. Não foi o suficiente para sequer conter o ímpeto dos anfitriões.

Aos 35, o Independiente transformou a derrota em goleada num lance sintomático do domínio dos anfitriões. Beder Caicedo iniciou a jogada no meio-campo e, mesmo sem imprimir velocidade, avançou com facilidade pela defesa brasileira e cruzou com tranquilidade para a área. Sánchez surpreendeu a zaga com um toque de calcanhar para as redes.

Antes do apito final, o time da casa ainda teve tempo para anotar o quinto gol, quase em ritmo de treino. Aos 46, Beder Caicedo finalizou de fora da área, sem maior resistência da defesa carioca, e acertou o canto direito de César.

FICHA TÉCNICA:

INDEPENDIENTE DEL VALLE 5 x 0 FLAMENGO

INDEPENDIENTE DEL VALLE - Jorge Pinos; Angelo Preciado, Gabriel Schunke, Luis Segovia e Beder Caicedo; Cristian Pellerano, Moisés Caicedo, Lorenzo Faravelli (Mera); Fernando Guerrero, Gabriel Torres (Montaño) e Murillo (Ortíz). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

FLAMENGO - César; Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson (Thiago Maia), Diego (Bruno Henrique), Everton Ribeiro (Michael), Arrascaeta (Pedro); Gabriel. Técnico: Domènec Torrent.

GOLS - Moisés Caicedo, aos 39 minutos do primeiro tempo. Preciado, aos 3, e Gabriel Torres, aos 12, Sánchez, aos 35, e Beder Caicedo, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Willian Arão e Bruno Henrique.

CARTÕES VERMELHOS - Gustavo Henrique (no banco de reservas) e Preciado.

ÁRBITRO - Wilmar Roldán (COL).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Rodrigo Paz Delgado, em Quito, no Equador.

Banner Whatsapp Desktop

Deixe seu Comentário

Veja Também

Mais Lidas

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree