-->

Prefeitura anuncia pagamento de dívidas antigas a credores em Pouso Alegre, MG

19 Novembro 2019

Previsão é que até segunda-feira (25) sejam pagas 111 dívidas, no valor de R$ 1,4 milhão. Prefeitura de Pouso Alegre faz coletiva de prestação de contas A Prefeitura de
Pouso Alegre (MG) anunciou que até a próxima segunda-feira (25) deve quitar dívidas antigas do município a credores, no valor de R$ 1,4 milhão. O Secretaria de Administração e Finanças informou que tem dinheiro em caixa para acertar mais dívidas que, somadas, ultrapassavam os R$ 40 milhões. O valor de mais de R$ 40 milhões foi levantado no início da atual gestão. Dos R$ 22 milhões em caixa, na época, R$ 13 milhões foram usados para quitar a folha de pagamento. O restante tratava-se de verba carimbada, ou seja, que não poderia ser utilizada para pagamento das dívidas. Sem dinheiro suficiente para quitar as dívidas na época, a prefeitura criou o Fundo Municipal de Restos a Pagar, pela Lei Municipal 5789 de 2017, onde se encaixavam os débitos antigos. Para se habilitar ao fundo, os credores precisavam apresentar documentos e optar em aguardar o pagamento de acordo com a disponibilidade de recursos ou receber em um prazo de 36 meses. Nenhum credor optou pelo recebimento em 36 meses, ou seja, todos aguardavam a disponibilidade de recursos. “Na instituição do fundo, a gente tinha a previsão que em 35 meses conseguiríamos realizar os pagamentos. E nós estamos fazendo um pouquinho antes. Hoje, em novembro, atingiríamos os 34 meses. E hoje, a gente anuncia que tem condições de pagar todos os credores”, detalhou o secretário Administração e Finanças, Júlio César da Silva Tavares. Júlio César da Silva Tavares, secretário de Finanças, explicou sobre dívidas em Pouso Alegre (MG) Reprodução/EPTV Segundo o secretário, serão pagos até segunda-feira os credores que foram habilitados à época. Em caso de pendências, como falta de documentação, ou credores que entraram na Justiça, o valor ainda não pode ser pago. “Aqueles que não se habilitaram em 2017, ainda estão em tempo de fazer. Eles devem levar a documentação que embasou o direito deles, o crédito deles. A secretaria de Finanças irá receber e em poucos dias efetuará o pagamento pra estes que ainda não trouxeram a documentação”, afirma. A previsão é que, assim que toda a dívida for quitada, o fundo seja extinto. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree