-->

Presidente da CPI dos Ônibus rasga documento da Settra sobre o relatório final em Juiz de Fora; veja vídeo

19 Novembro 2019

Vereador Adriano Miranda (PHS) justificou o gesto por considerar as respostas ao trabalho da comissão e para a população como desrespeitosas. O G1 entrou em contato com o Executivo.
Vereador Adriano Miranda (PHS) rasgou uma cópia do documento entregue pela Settra em Juiz de Fora TV Câmara/Reprodução O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Ônibus, que apurou possíveis irregularidades no transporte coletivo da cidade, Adriano Miranda (PHS), criticou e rasgou a resposta enviada pela Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) durante reunião na Câmara Municipal de Juiz de Fora nesta segunda-feira (18). (Veja vídeo abaixo) A reportagem do G1 entrou em contato com a Settra para saber se a pasta gostaria de se manifestar em relação a atitude do vereador, mas até a última atualização desta matéria, não houve retorno. O documento com as resposta aos questionamentos e demandas apontadas pela CPI dos Ônibus foi entregue na Câmara na última terça-feira (12). O relatório final dos trabalhos da CPI havia sido entregue em agosto à Settra e ao Ministério Público. No relatório final da CPI foi recomendado o congelamento do preço da tarifa e a realização de uma nova licitação do transporte público. Segundo a comissão, nenhuma das medidas foi tomada por parte da Prefeitura, que, ainda apresentou uma planilha com previsão de reajuste do valor atual para R$ 3,75. Na reunião desta segunda-feira, Adriano Miranda ressaltou que nada foi feito pelos órgãos públicos. O vereador ainda comunicou que vai enviar um novo documento para a Settra, respondendo ao documento entregue pela pasta. O G1 teve acesso ao documento entregue pelo Executivo. Em um dos pontos, a Settra comunicou aos vereadores que criou um departamento específico para a análise, processamento e julgamento dos processos administrativos em primeira e segunda instância. Entretanto, o vereador informou durante a sessão que a declaração não continha respostas satisfatórias. "A resposta chegou para gente às vésperas de um novo reajuste, uma forma desrespeitosa, com os vereadores, com a Casa, com a comissão e com a população de Juiz de Fora", afirmou. O novo aumento, no entanto, ainda não foi publicado pelo prefeito Antônio Almas (PSDB). Presidente da CPI dos Ônibus rasga respostas da Settra em Juiz de Fora CPI dos Ônibus Em novembro de 2018, com sete assinaturas favoráveis, foi decidida na Câmara de Juiz de Fora a instauração de uma CPI para apurar o aumento na passagem do ônibus urbano. O processo de investigação foi instaurado no dia 22 de novembro e a previsão inicial de encerramento era de 90 dias. No dia 20 de fevereiro, a Câmara Municipal prorrogou o prazo para o encerramento dos trabalhos da comissão. Com a decisão, a CPI passou a ter mais 60 dias para a conclusão dos trabalhos. Processo teve mais de 30 mil páginas em Juiz de Fora Marcus Pena/G1

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 1583 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree