-->

Frota de veículos inclusos no IPVA 2020 aumenta no Vale do Aço e arrecadação prevista passa de R$ 132 milhões

21 Janeiro 2020

Segundo a Administração Fazendária de Ipatinga, o número de veículos aumentou cerca de 2% nas cidades de Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso. Frota de veículos do
Vale do Aço inclusos no IPVA 2020 aumentou cerca de 2%Leonardo Almeida/G1 A frota de veículos do Vale do Aço inclusos no Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2020, aumentou cerca de 2% em relação ao ano passado. Segundo a Administração Fazendária, o número de veículos em Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso chega a 231.086. Os dados foram levantados no dia 16 de janeiro. A arrecadação prevista com o IPVA deste ano ultrapassa os R$ 132 milhões; R$ 8,5 milhões a mais do que o ano passado. Segundo o chefe da Administração Fazendária de Ipatinga, Wagner Antônio de Araújo, a melhora no cenário econômico pode ter contribuído para esse aumento. Para quem não pagou o imposto em cota única, o vencimento da segunda começa no dia 13 e vai até o dia 19 de fevereiro dependendo do final da placa. Além do IPVA, o contribuinte deve ficar atento à Taxa de Renovação do Licenciamento (TRLAV), no valor de R$ 105,78, que vence no dia 31 de março. Escala de vencimento do IPVA 2020 Omissão Em 2019, 42.905 veículos não estavam com o documento regularizado no Vale do Aço. Esse número representa cerca de 19% da frota total inclusa no IPVA do ano passado. O estado deixou de arrecadar, aproximadamente, R$ 8,7 milhões. De acordo com o chefe da Administração Fazendária de Ipatinga, a expectativa é de que o número de omissos diminua este ano. “A tendência é que diminua a omissão, considerando as perspectivas de recuperação da economia no Vale do Aço e no país. Deve-se levar em conta também a preocupação do contribuinte em quitar o IPVA, pois o não pagamento tem acarretado transtornos como autuação, envio para Dívida Ativa e Protesto Cartorial, o que complica a vida do proprietário do veículo”. Do valor pago pelo IPVA, 40% é destinado aos municípios. Timóteo, Coronel Fabriciano, Ipatinga e Santana do Paraíso deixaram de receber, juntas, mais de R$ 2 milhões com a falta de pagamento dos contribuintes. “A provável causa é mesmo a dificuldade financeira do contribuinte, crise econômica e desemprego, pois em relação ao valor do IPVA houve redução, se comparado com o ano anterior (2018)”, justificou Wagner. Frota omissa - IPVA 2019 Pagamento dos atrasados O pagamento do IPVA 2020 não quita as dívidas anteriores do imposto. Para receber o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), o contribuinte deverá fazer o pagamento dos atrasados. “Para obter o documento de porte obrigatório o contribuinte deve quitar o IPVA de todos os anos pendentes, a Taxa de Licenciamento, o Seguro Obrigatório (DPVAT) e possíveis multas existentes”, explicou Wagner. As dívidas com o imposto anteriores ao ano de 2020 podem ser parceladas através do site da Secretaria de Estado de Fazenda. Veja mais notícias da região em G1 Vales de Minas Gerais.

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 9811 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree