-->

Corpos dos jovens eletrocutados em obra no ES ainda não chegaram em MG; empresa diz que colabora com investigações

27 Fevereiro 2020

Jovens trabalhavam em uma empresa de Montes Claros (MG) e faziam um serviço de sondagem para a reconstrução de uma ponte em Iconha (ES), quando uma barra de ferro
encostou na fiação. Eles trabalhavam na reconstrução de uma ponte em Iconha (ES) Reprodução/TV Gazeta As causas do acidente que terminou com a morte de dois norte-mineiros em Iconha, no Espírito Santo, estão sendo investigadas. Eles trabalhavam na reconstrução de uma ponte para a empresa APL Engenharia, com sede em Montes Claros, quando receberam uma descarga elétrica e morreram no local. Em nota enviada ao G1, a empresa esclareceu que está "colaborando com os órgãos públicos fiscalizadores na apuração da causa do acidente e aguarda o resultado do laudo pericial". A APL Engenharia disse que está prestando todo apoio aos familiares e custeou o deslocamento de avião para o ES, onde eles aguardam a liberação dos corpos. Uma equipe da empresa também acompanha o caso na cidade. Trabalhadores morrem eletrocutados em Iconha, Sul do ES Os corpos permanecem no Serviço Médico Legal de Cachoeira de Itapemirim e, segundo a empresa, ainda não há informações sobre horário para liberação. As famílias não autorizaram a divulgação dos nomes das vítimas. Por telefone, o advogado da APL Engenharia esclareceu ainda que um dos jovens trabalha com sondador há 3 anos e era de Montes Claros. O outro era ajudante, já tinha prestado serviço para a empresa e retornou no início deste mês. Ele era natural de Montalvânia. Entenda o caso O acidente foi na última terça-feira (25) e os trabalhadores, de 23 e 25 anos, faziam um serviço de sondagem para a reconstrução de uma ponte, que foi arrastada durante uma enchente, quando uma barra de ferro encostou na fiação. Segundo testemunhas, os dois estavam em cima de uma estrutura e receberam uma descarga elétrica. Eles morreram na hora e os corpos foram levados para Cachoeira de Itapemirim. Veja mais notícias da região no G1 Grande Minas.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree