-->

Coronavírus: prefeitura de Nova Serrana define retorno das atividades para o dia 1º de abril

27 Março 2020

Segundo prefeito, o comércio e as indústrias devem voltar a funcionar, mas com segurança. Fábricas receberão orientações; veja os sintomas da doença e tire suas dúvidas sobre a Covid-19.
Fábricas de calçados em Nova a Serrana voltam às atividades no dia 1º de abril Sindinova/Divulgação O prefeito de Nova Serrana, Euzébio Lago, definiu nesta sexta-feira (27), pelo retorno das atividades comerciais e industriais na cidade, a partir do dia 1º de abril. A decisão foi anunciada em uma reunião que contou com a presença de representantes do Comitê de Enfrentamento e Emergência em Saúde, além da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sindicato das Indústrias Calçadistas (Sindinova), que integram o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social no município. Veja também: Coronavírus: boletim da SES-MG aponta quatro novas confirmações em Divinópolis; veja outras cidades do Centro-Oeste O Executivo informou que haverá um novo decreto com as diretrizes para o retorno das atividades. O documento deve ser publicado antes de quarta-feira (1º). O último decreto publicado no dia 20 de março, consta a suspensão das atividades por 15 dias para conter o avanço do coronavírus. Mesmo com a autorização legal para o retorno, o presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda, orienta que as empresas deverão avaliar o cenário econômico e mercadológico para reabrir as portas e voltar a produzir. Ele ainda afirma que é importante que as empresas que deram férias coletivas esperem por esse período para depois voltarem às atividades. “É muito importante a empresa avaliar em que momento elas devem voltar. Se os clientes ainda estão fechados, convém a empresa esperar para voltar às suas atividades. A empresa deve avaliar muito o aspecto econômico e comercial para estipular sua volta e também a produção”, recomendou. Retorno com segurança Ainda conforme o Sindinova, antes do retorno efetivo, as fábricas de calçados receberão orientações sobre segurança no trabalho para procedimentos com os funcionários e também com o grupo de risco, que deverá manter-se em isolamento social. Em sua fala, durante a reunião, o prefeito declarou que Nova Serrana não pode parar, mas o retorno das atividades devem ocorrer co segurança e de forma gradativa. Euzebio também mostrou apoio às manifestações que acontecerão em Nova Serrana e em outras partes do país pedindo a retomada das atividades econômicas. “Nós apoiamos as movimentações pelo Brasil a fora e em Nova Serrana pela retomada das atividades. Entendemos que não podemos ficar parados e precisamos voltar, mas voltar sem colocar em risco a saúde das pessoas de risco. Vamos voltar com muita saúde e de forma organizada e segura”, enfatizou Euzébio. De acordo com o Sindinova, para garantir a segurança no retorno ao trabalho, no dia 31 de março, a Secretaria Municipal de Saúde juntamente com o sindicato, irão ministrar várias palestras com as fábricas orientando sobre saúde e segurança no trabalho. Os assuntos terão como abordagem principal os cuidados pessoais e isolamento social de pessoas que pertencem ao grupo de risco. “Todas as empresas serão orientadas para que elas recebam as orientações necessárias para retornarem com os trabalhadores que estão fora do grupo de risco e, mais ainda, para que as pessoas que voltarem ao trabalho saibam proteger todas as pessoas do grupo de risco também”, afirmou o presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda. Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença Foto: Infografia/G1 Initial plugin text
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree