-->

Hospital de campanha em Passos deve abrigar até 80 leitos; veja mais cidades

02 Abril 2020

Poços de Caldas, Varginha e Alfenas já planejam estruturas para garantir atendimentos no período de coronavírus. Hospital de campanha em Passos deve abrigar até 80 leitos Diante da possibilidade
de aumento dos casos de coronavírus no Sul de Minas, cidades da região têm investido na construção e adaptação de hospitais de campanha. Em Passos (MG), um prédio deve abrigar de 60 a 80 leitos, de média e baixa complexidade. A estrutura provisória no prédio do antigo Hospital Otto Krakauer será usada pela Secretaria de Saúde de Passos. O local terá três entradas para evitar aglomerações – uma apenas para funcionários; outra, para pessoas com sintomas e a terceira para quem não tiver sintomas ou formas leves. O prédio cedido até o fim do ano serviu como sede do hospital até 2016. Agora, passa por uma reforma feita através de uma parceria entre a Fundação Beneficente São João da Escócia e os educandos da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac). "Foi montado nos meados do mês de março um gabinete de crise a respeito da Covid-19. E nesse gabinete um estudo foi feito e ficou consolidado que haveria uma necessidade de uma ajuda aos hospitais existentes na cidade", explicou o vice-presidente da OAB, Renato Reis. O grupo também conseguiu junto à Justiça do Trabalho uma verba para compra de materiais para adaptação e reforma do local. "A equipe de engenharia prevê 15 dias de obra pra gente colocar ela à disposição da secretaria de Saúde, que fará as vistorias necessárias para liberação do local". O local só receberá pacientes encaminhados. Atualmente, Passos tem 41 leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos e 24 para atendimento pediátrico e neonatal. Ao todo, são 82 ventiladores mecânicos, com 35 circuitos que permitem que cada ventilador atenda duas pessoas. Ideia é que hospital de campanha dê apoio ao atendimento da Santa Casa de Passos (MG) Reprodução EPTV Mais cidades Além de Passos, outras cidades da região investem nos hospitais de campanha para atendimento do coronavírus. Em Poços de Caldas, a sede será no antigo Hospital São Domingos para atendimentos emergenciais. O hospital está desativado há 10 anos e foi oferecidos sem custos ao município. A cidade também anunciou novos leitos da Santa Casa. Uma ala será transformada em um novo espaço com leitos de atendimento e de Centro de Terapia Intensiva (CTI). Em Varginha e Alfenas, a Universidade Federal de Alfenas (Unifal) anunciou que vai ceder prédios para atendimentos rápidos a pacientes que não estejam ligados ao coronavírus, como hospitais de campanha. A ideia é evitar aglomerações nas unidades de saúde durante o período de enfrentamento à doença. Também em Varginha, a Câmara de Vereadores divulgou que irá destinar R$ 1 milhão do orçamento para instalação da estrutura no campus da Unifal. O dinheiro vem de uma devolução do crédito orçamentário e teve o uso autorizado nesta semana. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree