-->

Pandemia derruba estoques de bancos de leite do Sul de MG; veja como doar

28 Mai 2020

Meses de frio, historicamente são de queda, mas neste ano, já chega a 30%; Passos está com estoque zerado. Frio e medo de contágio do novo coronavírus derrubam os
estoques dos bancos de leite A crise do novo coronavírus tem prejudicado os estoques do Banco de Leite Humano no Sul de Minas. Além do medo do contágio, o frio já é historicamente um dos fatores que ajudam na queda dos estoques. A queda já chega a 30%. Segundo a coordenadora do posto de coleta de Varginha, Cleuma Reis Rodrigues de Freitas, todos os anos, a queda nas doações nos meses mais frios chega a 20%. Segundo ela, algumas mudanças estão sendo adotadas neste momento para a doação do leite materno, para garantir a segurança da mãe e do bebê. "Nós vamos estar fazendo o cadastro através do telefone. Hoje nós temos o Whatsapp que facilitou muito, que ela manda para nós uma cópia do cartão e nós fazemos o cadastro. O hospital disponibiliza o carro e o funcionário, que vai na casa uma vez por semana buscar esse leite", disse a coordenadora. O leite materno é o primeiro alimento humano e também um reforço importante na imunidade. Em um momento de pandemia, ele se torna ainda mais essencial. "É uma importância fundamental para o crescimento e desenvolvimento principalmente dos bebês prematuros e enfermos, que se encontram internados. Então é importante a gente lembrar que não só ele é a primeira imunização que o bebê recebe, quanto ele protege quanto a doenças, alergias, problemas respiratórios, agudos, então é muito importante que a mãe saiba que o leite materno é a primeira defesa do recém-nascido, independente de qualquer vacina, ele é considerado a nossa primeira imunização", explicou a coordenadora do posto de coleta de Alfenas, Cátia Swerts. Profissionais de saúde orientam sobre amamentação na Semana Mundial de Aleitamento Materno Fernando Frazão/Agência Brasil Além das doações, os bancos de leite também ajudam as mães que estejam enfrentando qualquer dificuldade em relação à amamentação. No Sul de Minas, além de Varginha, existem bancos de leite ou postos de coleta de leite materno em Alfenas e Passos. Para se ter uma ideia, o posto de coleta de Passos está zerado há seis semanas. Quem quiser mais informações ou contribuir com as doações podem ligar nos seguintes telefones: Banco de Leite de Varginha (35) 3690-2001 / 3690-2808 Segunda a sexta, das 7h às 17h Posto de Coleta de Alfenas (35) 3299-3623 Segunda a sexta, 8h às 19h Posto de Coleta de Passos (35) 3529-1568 Segunda a sexta, 7h às 17h Posto de coleta de Itajubá Segunda a sexta, de 13h às 17h Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree