-->

Jovem é indiciado por morte de adolescente em acidente em que carro caiu no Paraibuna em Juiz de Fora

14 Setembro 2020

O inquérito concluído pela Polícia Civil apontou que o suspeito consumiu bebida alcoólica antes de pegar o veículo para dirigir e que, ainda, abandonou o local sem prestar socorro.
Veículo cai nas águas do Rio Paraibuna e adolescente morre em Juiz de Fora Corpo de Bombeiros/Divulgação Um jovem, de 25 anos, foi indiciado pelo crime de homicídio em Juiz de Fora. Ele conduzia o carro que caiu no Rio Paraibuna, no Bairro Furtado de Menezes, e resultou na morte de uma adolescente, de 17 anos. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta segunda-feira (14). Adolescente morre presa em carro que caiu nas águas do Paraibuna em Juiz de Fora De acordo com o delegado Márcio Savino, responsável pelas investigações, o suspeito havia consumido bebida alcoólica antes de dirigir o veículo e resultar no acidente. "Ele foi indiciado por homicídio culposo no trânsito, por ter deixado de prestar socorro à vítima e conduzir o veículo sob influência de álcool", detalhou. Para esclarecer o caso, a Polícia Civil cruzou informações e obteve uma foto publicada nas mídias sociais momentos antes do acidente. A imagem e os depoimentos das testemunhas comprovaram que o jovem conduzia o veículo no momento em que caiu no Rio Paraibuna. O suspeito foi intimado a prestar depoimento na Delegacia de Polícia Civil e nada quis manifestar. O inquérito do caso foi concluído com o indiciamento do rapaz e foi encaminhado para a Justiça. Acidente Na noite do dia 30 de junho deste ano, um carro com cinco ocupantes caiu no Rio Paraibuna enquanto trafegava pela Avenida Francisco Valadares, na altura do Bairro Furtado de Menezes. Uma adolescente, de 17 anos, foi socorrida, mas morreu no hospital. A garota foi conduzida para Hospital de Pronto Socorro Dr. Mozart Teixeira (HPS) pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), onde foi confirmado o óbito. O laudo pericial e informações das testemunhas confirmaram que o veículo bateu no meio-fio e caiu no rio. As investigações foram iniciadas no dia seguinte ao ocorrido e foram focadas na identificação dos ocupantes e do próprio automóvel, já que no Boletim de Ocorrência não contavam informações sobre testemunhas ou pessoas envolvidas. Os levantamentos realizados junto à família da vítima, permitiram qualificar dois ocupantes, sendo o terceiro um cantor de funk residente no Rio de Janeiro. A vítima estaria no banco do carona, enquanto os três, no banco de trás. Após mais apurações e cruzamento de informações foi constatado que o jovem indiciado conduzia o veículo. O delegado relatou ainda que a alteração de local de crime pela retirada do veículo acabou prejudicando as investigações e identificação do automóvel.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree