-->

Comércios de Viçosa começam a ser fiscalizados quanto à lotação

15 Setembro 2020

Medida ocorre após a adesão do município ao Minas Consciente. Se estabelecimentos ultrapassarem número de clientes e funcionários definidos pela Prefeitura, eles podem ser multados e interditados. Cartaz de
orientação do funcionamento em Viçosa Prefeitura de Viçosa/Divulgação Após a adesão de Viçosa ao programa Minas Consciente, a Prefeitura iniciou na segunda-feira (14) a fiscalização nos comércios para verificar se há lotação nos locais e se estão cumprindo as medidas determinadas pelo Executivo. Desde sábado (12), a cidade está na Onda Verde do programa, a última etapa, que permite a abertura de setores não essenciais e considerados com alto risco de contágio, como atividades culturais e artísticas, cinemas, museus, estúdios de tatuagem, bares com entretenimento e outros. Segundo o Executivo, a capacidade máxima de clientes e colaboradores dentro do estabelecimento, seja ele comercial, de entretenimento, religioso ou de prestação de serviço, foi definida durante a vistoria técnica realizada por fiscais da Prefeitura no último fim de semana. O número máximo de pessoas permitidas dentro de cada comércio ficará indicada em um cartaz afixado obrigatoriamente na porta do estabelecimento, contendo a assinatura e carimbo dos fiscais. Com a adesão do programa, o sistema de rodízio por CPF, que funcionou por mais de 4 meses, foi finalizado. A chefe do setor de fiscalização da Prefeitura, Layra Santos, espera que com isso ocorra um movimento maior nas ruas. "Aumenta o risco de termos aglomeração em centros comerciais e até mesmo dentro das lojas. Teremos mais fiscais pela cidade, para conferir se as lojas estão cumprindo a regra e mantendo a capacidade permitida", afirmou Layra. A Prefeitura também informou que, em caso de descumprimento da capacidade permitida, o estabelecimento poderá ser interditado e só reabrirá as portas após pagamento de multa ou quando acabar a pandemia. Onda Verde O município está inserido na macrorregião de saúde Leste do Sul, que está na Onda Amarela. Entretanto, na última quarta-feira (9), o Governo de Minas realizou nova avaliação do Minas Consciente e considerou que as cidades que compõe a microrregião de Viçosa estão aptas para avançar para a Onda Verde. Com a adesão ao programa, poderão reabrir setores considerados de maior risco de contágio, como atividades culturais, eventos, bares com entretenimento, e outros. Veja abaixo: Atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo Cinemas, bibliotecas, museus, arquivos Parques, zoológicos e jardins Feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas, bufê Parques de diversão, discotecas, boliches, sinuca Bares com entretenimento (shows e espetáculos) Serviços de colocação de piercings e tatuagens A Prefeitura informou que os estabelecimentos enquadrados nas áreas acima e que estiverem fechados, podem solicitar a reabertura. De acordo com o decreto municipal, para garantir a reabertura, é preciso preencher o formulário online de solicitação de vistoria, adequar o espaço conforme protocolo do Minas Consciente e aguardar a vistoria. Somente após a aprovação dos fiscais, a atividade será autorizada.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree