-->

Boletim confirma novo óbito por Covid-19 em Divinópolis; são 47 vítimas

15 Setembro 2020

Conforme a atualização desta terça-feira (15) do informativo municipal, 34 pessoas se curaram do coronavírus na cidade. Veja mais dados sobre a evolução da doença. Nova vítima morreu
neste domingo (13), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Prefeitura de Divinópolis/Divulgação Com a nova morte causada pela Covid-19 confirmada no Boletim Diário desta terça-feira (15), Divinópolis chegou a 47 vítimas da doença. Além disso, 30 resultados positivos foram registrados na cidade nas últimas 24h, comparando os dados desta segunda (14). O informativo da Prefeitura aponta ainda que 34 pessoas se curaram do coronavírus na cidade, contudo o número de pacientes internados na rede hospitalar do município aumentou. Morte A vítima divulgada nesta terça é um idoso de 72 anos que morreu no último domingo (13). Segundo a Prefeitura, ele tinha doença cardiovascular crônica e hipertensão arterial. O idoso foi hospitalizado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no último dia 11, tendo a doença confirmada através de exame PCR coletado no dia da morte. * Veja abaixo mais dados sobre a evolução do coronavírus na cidade. Mortes pela doença - são 47 óbitos, 24 do sexo feminino, 23 do masculino. No informe desta terça, uma morte está em investigação; não há mais características sobre o óbito. Pacientes curados - desde que a Prefeitura começou a publicar o informe, 1.087 pessoas se recuperaram da Covid-19 na cidade; 34 a mais que no boletim anterior. Situação dos leitos O boletim municipal também conta com a quantidade de leitos exclusivos para atendimentos a pacientes com suspeita da Covid-19. Neste informe, dos 219 leitos disponíveis - 135 são no setor de enfermaria e 84 no Centro de Tratamento Intensiva (CTI). De todos estes, 84 estão ocupados. Ocupação de leitos exclusivos para pacientes com suspeita da Covid-19 Casos confirmados e descartados Nesta terça-feira, Divinópolis contabiliza 1.244 casos confirmados de coronavírus, 30 resultados positivos a mais que o boletim de segunda-feira (14). Já a quantidade de exames suspeitos que foram descartados permaneceu em 481. Dos casos confirmados de Covid-19, 696 foram em pessoas do sexo feminino e 548 em pessoas do sexo masculino. Perfil de casos confirmados Casos em investigação Até o momento, a cidade tem 11.469 notificações de pessoas aguardando resultados de exames para saberem se têm o novo coronavírus. Destas, 6.058 são do sexo feminino e 5.411 do sexo masculino. A maior parte das notificações continua de pessoas com idade entre 20 e 39 anos: 5.631 registros. Faixa etária das notificações em Divinópolis Dados de atendimentos e hospitalizações em Divinópolis Prefeitura de Divinópolis/Divulgação Outros dados O Boletim da Prefeitura de Divinópolis divulga ainda informações sobre taxas de isolamento e letalidade, além do ritmo de contágio. Segundo Executivo, o Índice de Isolamento Social e o Ritmo de Contágio são divulgados pela plataforma “Corona Cidades”, desenvolvida pela ONG Impulso, Instituto Arapyau e Instituto de Estudos de Políticas de Saúde (IEPS), além da colaboração da empresa de tecnologia InLoco. O objetivo da plataforma é auxiliar o poder público na coleta de dados relacionados à pandemia do coronavírus no Brasil. * Os dados foram atualizados nesta terça-feira (15). Veja mais detalhes abaixo. Taxa de isolamento social - O índice de Isolamento Social aponta o percentual de pessoas que se encontram em casa durante a pandemia do coronavírus. Os dados são coletados através da geolocalização de celulares e smartphones. A média percentual com dados da última semana, mostra que a taxa de isolamento social permanece em 35%. O número está bem abaixo do índice de isolamento recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 70%, para evitar o contágio da Covid-19. Ritmo de contágio - Conforme dados consultados em um site do Executivo, o ritmo de contágio da doença na cidade permanece em 1,18. O dado leva em consideração a quantidade média de pessoas que cada contaminado pode infectar. Se o índice ficar entre 1,65 e 2, o risco é considerado muito alto e há indicação de lockdown se a taxa de reprodutibilidade da doença passar de 2. Esse índice é um dos fatores que estão na Matriz de Mapeamento de Risco à Covid-19, que orienta as decisões do Poder Público em relação às medidas de isolamento social na cidade. Segundo a Matriz, o número é considerado de alto risco. Taxa de letalidade - A taxa de letalidade em Divinópolis permanece em 3,78%. Este percentual considera o número de óbitos em relação ao total de casos confirmados.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree