-->

Única startup brasileira especializada em acelerar empreendimentos femininos está na Paraíba

19 Novembro 2019

Cidades

Neste 19 de novembro, marcado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, a startup Be.Labs, única aceleradora brasileira voltada exclusivamente para

ideias e negócios capitaneados por mulheres, tem muito a celebrar. Com apenas um ano e meio de atuação, ela já impactou mais de 40 empresas e foi recentemente […]

19/11/2019 11:09

    Neste 19 de novembro, marcado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, a startup Be.Labs, única aceleradora brasileira voltada exclusivamente para ideias e negócios capitaneados por mulheres, tem muito a celebrar. Com apenas um ano e meio de atuação, ela já impactou mais de 40 empresas e foi recentemente agraciada com o Prêmio WEPs Brasil 2019, concedido pela ONU Mulheres e o Pacto Global.

    “Receber esse prêmio foi emblemático, um reconhecimento muito significativo”, comemora Marcela Fujiy, cofundadora da Be.Labs. A premiação, no entanto, é apenas um dos muitos passos que a empresa pretende dar no caminho para mudar a vida de mulheres que queiram iniciar uma jornada no empreendedorismo ou turbinar empresas estagnadas. “A nossa intenção é acelerar um futuro inclusivo, diverso e abundante. Por isso, queremos expandir o nosso trabalho e buscar formas de impactar ainda mais mulheres”, acrescenta.

    Segundo o Monitoramento de Empreendedorismo Global (GEM), as mulheres vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios, com uma fatia de 51% do mercado de empresas no Brasil – e a tendência é que essa porcentagem aumente. Desse crescimento, vem a necessidade – como defende Marcela – de as mulheres se capacitarem e se preparem bem para vencer no mundo dos negócios.

    “Propósitos, planos de negócios, marketing digital e jurídico, enfim, tudo isso é visto em nosso programa. O nosso papel é levar esses conhecimentos e informações para as mulheres empreendedoras, além de trabalhar a empatia, a sororidade e a diversidade nas empresas”, completa Clara Magalhães, cofundadora da aceleradora. Com isso, a Be.Labs reafirma o seu compromisso com o empoderamento das mulheres e a equidade de gênero por meio do acesso à inovação.

    Suécia e furacões – A explicação para a Be.Labs trabalhar exclusivamente com mulheres está em alarmantes dados oficiais, como o fato de Brasil ser o 5º país mais violento para as mulheres, segundo a Organização Mundial da Saúde. Para Marcela, isso só vai acabar quando as mulheres participarem e tiverem mais oportunidade na economia; priorizarem a sua formação educacional; participarem mais da política; e passarem a viver em um país mais seguro e saudável.

    E por isso a empresa é uma startup com mindset sueco, que se baseia em preceitos como boa-fé, confiança e respeito. “É um mindset que traz o equilíbrio que buscamos, pois a Suécia é um país referência em igualdade de gênero”, diz Marcela, que morou 12 anos nesse país europeu e trouxe de lá experiências inovadoras para serem adequadas a nossa realidade.

    Outra ideia que conceitua a Be.Labs é a do furacão (a própria marca da empresa é uma representação desse fenômeno da natureza). “Os furacões mais fortes têm nomes femininos, porque não foram levados a sério e as pessoas não se prepararam de forma adequada para recebê-los”, complementa Christian Fujiy, cofundador da empresa. Uma analogia com a força da mulher, muitas vezes ignorada, e com a destruição de preconceitos que paralisam o empreendedorismo feminino.

    Com a missão de promover mudanças positivas na sociedade, a Be.Labs tanto apoia e incentiva empreendedoras, conectando-as a uma rede maior de negócios, como participa de eventos voltados para o empreendedorismo, a inclusão, a sustentabilidade e a participação da mulher nos negócios. “O futuro é empreendedor e feminino”, ratifica.

    WEPs Brasil – A entrega do prêmio aconteceu no último dia 7 de outubro, durante a cerimônia de abertura do Fórum WEPs, que abordou o tema “Princípios de Empoderamento das Mulheres 2019: Um chamado à ação pela transformação social”. O Prêmio está na terceira edição e é realizado pelo Programa Ganha-Ganha: Igualdade de gênero significa bons negócios – uma parceria entre a ONU Mulheres, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a União Europeia (EU). Financiada pela última, a premiação tem o objetivo de promover o empoderamento econômico e a liderança das mulheres como um dos pilares para um crescimento sustentável, inclusivo e equitativo. Na mesma categoria da Be.Labs, ganharam as empresas Think Eva, Multi Centro, Raízes e Julietto.

    Leia também

    [« Voltar]


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 424 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree