-->

Desempregada há seis anos, pós-graduada em Direito estende faixa em avenida de Curitiba para pedir trabalho: 'Desespero'

18 Novembro 2019

Vanessa Rocha instalou mensagem na Avenida Cândido de Abreu, nesta segunda-feira (18); segundo o Pnad, 545 mil pessoas de 14 anos ou mais encontram-se desocupados no estado. Vanessa Rocha
levou uma faixa até a Avenida Cândido de Abreu pedindo oportunidades de trabalho após seis anos desempregadaJoão Salgado/RPC Desempregada há seis anos, a bacharel e pós-graduada em Direito Vanessa Rocha, de 40 anos, estendeu uma faixa na Avenida Cândido de Abreu, em Curitiba, em tentativa de conseguir uma oportunidade de trabalho. "Foi uma ação de desespero, porque estou com nove meses de aluguel atrasado, tenho receio de ser despejada. Não sei mais o que fazer. Eu posso provar para quem quiser que, em seis anos, em nenhum momento eu fiquei de braços cruzados", desabafou. Vanessa conta que desenvolveu obesidade e depressão, no período em que esteve buscando oportunidades. A pós-graduada mora sozinha e não tem como pagar o aluguel e quitar as contas. Ela afirma que recebe apenas R$ 91 por mês, que são pagos pelo programa Bolsa-Família, e conta com ajuda de conhecidos. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 545 mil pessoas, com 14 anos ou mais, estavam desocupados até o 2º trimestre de 2019, no Paraná. Cerca de 545 mil pessoas, com 14 anos ou mais, estavam desocupados até o 2º trimestre de 2019, no Paraná Natalia Filippin/G1 Apelo por oportunidade Vanessa começou a ação na avenida nesta segunda-feira. Segundo ela, a faixa, que foi feita manualmente, custou cerca de R$ 20. Um investimento para ela, assim como a impressão dos currículos em páginas de sulfite, que ela distribui a quem afirma ter interesse em ajudar. "Fui até a papelaria, comprei três metros de papel de presente, o TNT, a cola e pedi ajuda para o proprietário para escrever. Comprei o material e paguei a mão de obra do rapaz. Foi dinheiro que peguei de doação", disse. A pós graduada conta que pretende continuar com a ação nos próximos dias, mas que, até mesmo para chegar ao local, encontra dificuldades. Já no primeiro dia, Vanessa disse que foi até o Centro Cívico de Curitiba apenas com o dinheiro para a passagem de ida. Ela contou com ajuda de uma pessoa que a ajudou com o custo para voltar para casa. "Hoje, acho que umas três ou quatro pessoas que vieram, manifestaram solidariedade, mas oferta de emprego ainda não tive. Eu precisava de algo imediato", relata. Nos currículos e na internet, a moradora de Curitiba disponibiliza o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. para negociar possíveis propostas de trabalho. Pós-graduada em Direito, Vanessa estendeu uma faixa pedindo emprego, nesta segunda-feira (18), em Curitiba João Salgado/RPC Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 1372 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree