-->

Barraca de verduras 'mede' nível de honestidade de clientes em Foz do Iguaçu

19 Novembro 2019

Local não tem monitoramento e nem vendedores. Projeto da PM com a Justiça Federal avalia como as pessoas agem quando ninguém vê. Barraca da honestidade é fruto da parceria
entre a Polícia Militar do Paraná e a Justiça Federal, em Foz do Iguaçu. Divulgação/Horta Solidária. Nem todo mundo gostaria de contar o que faz quando ninguém vê. Para o bem ou para o mal, algumas verdades jamais são reveladas. Na Barraca da Honestidade, onde são vendidas verduras, do lado de fora do batalhão da Polícia Militar (PM) de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, a sinceridade dos clientes é avaliada duas vezes por semana. Sem vendedores, segurança ou qualquer tipo de monitoramento, os interessados em comprar as hortaliças vão até o local e pegam o que querem. Em uma caixa identificada, deixam o dinheiro, ou não, de R$ 2,00 por verdura, segundo a PM. Ao final de cada dia de venda, a equipe do projeto faz um levantamento do que foi vendido e arrecadado. O saldo positivo ou negativo aponta o "nível de honestidade" dos clientes que passaram pela barraca. Neste mês de novembro, o projeto tem sido bem aceito com alto índice de honestidade. "No site nós divulgamos o resultado e as pessoas podem ver como tem sido a honestidade de quem compra", explicou a soldado e integrante do projeto Daiana Amaral. Segundo ela, na maioria dos dias o valor recebido é o equivalente ao que foi vendido. Mas em alguns, como é possível observar no gráfico abaixo, o cliente aproveita da falta de supervisão e não deposita o dinheiro devido. "O projeto não foca na arrecadação. A ideia é mudar o pensamento das pessoas, mostrar que devemos fazer o certo mesmo quando não tem ninguém olhando. No caso da barraca, é só a consciência da pessoa que vai saber o que ela fez", explicou. Conforme a PM, o dinheiro arrecadado serve para a manutenção do projeto, além de ser repassado para 15 entidades assistenciais de Foz do Iguaçu. "Vocês vão ver que em alguns dias o 'nível de honestidade' ultrapassa os 100%. Isso é porque o cliente coloca o dinheiro e não tem troco. Mesmo assim, ele deixa lá porque sabe que ajuda instituições, como o lar dos velhinhos", disse. As vendas ocorrem duas vezes por semana, na Barraca da Honestidade. As verduras vendidas são desde alface, agrião até tomate. Dinheiro arrecadado com a venda das verduras é destinado a organizações sociais de Foz do Iguaçu. Divulgação/Horta Solidária. Projeto Horta Solidária Dezenas de condenados a pagar multa e prestar serviços à comunidade passaram ou vão conhecer a horta social, criada em 2017. De acordo com a PM, em parceria com a Justiça Federal, o projeto construiu quatro estufas com verduras e mudas. Quem coloca, literalmente, a mão na terra são aqueles condenados, conforme o projeto, que não cometeram crimes violentos. Segundo a PM, em Foz do Iguaçu, são principalmente os casos de crimes fiscais, ambientais, de contrabando e descaminho. Os alimentos produzidos abastecessem a Barraca da Honestidade e são distribuídos em instituições assistenciais da cidade, de acordo com o projeto. Atualmente, a horta conta com os serviços de mais de cem condenados pela justiça, segundo a PM. O período e o tempo de serviço prestado depende de cada pena. Segundo a PM, quem trabalha no plantio das verduras cultivadas pela Horta Solidária são pessoas condenadas a prestar serviços comunitários. Divulgação/Horta Solidária. Segundo a organização, cerca de 85% das penas privativas de liberdade são substituídas por prestação de serviços comunitários na cidade. A intenção agora, conforme a corporação, é conseguir parceiros para a construção de mais uma estufa. O objetivo é ampliar a produção para oferecer mais verduras. "Estamos no nosso limite de produção. Gostaríamos de ajudar mais, mas precisamos aumentar o espaço para atender outros lugares. Vale a pena, porque nossa horta é um cantinho diferente, especial", revelou a soldado. Amaral ainda destacou que o trabalho social é completo. Segundo ela, o condenado cumpre a pena e oferece benefícios para a população com o próprio trabalho. Serviço Barraca da Honestidade Onde: 14° Batalhão da Polícia Militar Endereço: Av. Gen. Meira, 2000, Foz do Iguaçu Dias: Terça-feira e sábado Veja mais notícias da região em G1 Oeste e Sudoeste.

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 884 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree