-->

Qual vinho combina com qual prato?

19 Novembro 2019

Chester, tender, leitão, pernil de porco ou peixe e frutos do mar? Seja qual for o cardápio da Ceia de Natal ou do Ano Novo a gente te ajuda
na seleção dos vinhos. Vinho à mesa é unanimidade nas festas de fim de ano, independente do cardápio de preferência de cada família. Mas você sabe qual o estilo (espumante, branco ou tinto) que combina melhor com o chester, o tender, o leitão, o pernil de porco ou o peixe e frutos do mar? Selecionamos rótulos que harmonizam com as temperaturas elevadas da época. Confira e bom apetite! Temperatura dos vinhos Atenção: os tintos devem estar em uma temperatura entre 16 e 18º C, então o ideal é deixar uma meia hora na geladeira antes de servir. Já os espumantes, brancos e rosés devem estar geladinhos, entre 8 e 12º C. Não tem termômetro de vinho? Não tem problema: em um recipiente coloque gelo, água gelada e a garrafa do vinho. Quando o “pescoço” da garrafa estiver bem geladinho a bebida também estará. Dicas de combinações Aperitivos: espumantes Queijinhos, embutidos, azeitonas, amendoins ou frutas secas. Terá isso na sua mesa de aperitivos? A sugestão é um espumante, que pode ser consumido com ou sem as guloseimas. A gente tem dois para indicar: o Messias Bairrada Brut Milésime, sequinho, equilibrado, com ótima acidez para acompanhar os petiscos, ou o 3B Filipa Pato, rosé seco, frutadinho e muito saboroso. Vai bem tanto com os aperitivos como pode acompanhar o Leitão, já que sua característica mais marcante é a deliciosa acidez que o torna muito versátil. Espumante Messias Bairrada Brut Milésime Porto a Porto Espumante 3B Filipa Pato Porto a Porto Chester: branco ou rosé Carne branquinha e tenra, o Chester geralmente vem acompanhado de farofa e recheio e sua característica mais marcante é o tempero: para ficar realmente saboroso há de se caprichar nas especiarias. A dica então é um vinho branco encorpado, como o francês Clos Floridene Blanc Denis Dubourdieu ou um rosé com mais estrutura como o Le Rosé de Floridene, do mesmo produtor. Clos Floridène Porto a Porto Le Rosé de Floridene Porto a Porto Tender: tinto O Tender geralmente é servido com uma mistura de doce e ácido: abacaxi com cerejas, mel e especiarias e por aí vai, depende da preferência. O ideal para harmonizar é um vinho italiano com taninos mais adocicados como os do sul da Itália. O Lucarelli Primitivo Puglia IGP é a dica certa. Luccarelli Primitivo Puglia IGP Porto a Porto Leitão: espumante ou tinto Esse é um prato da culinária portuguesa muito apreciado aqui no Brasil. Já dissemos acima que pode ser escoltado por um espumante, já que a acidez da bebida ajuda a limpar a gordura do palato e os taninos da uva contribuem para equilibrar o sabor da carne. Mas se você quer um tinto experimente com o Château Labat, francês de Bordeaux, que deve ser decantado por 30 minutos antes de ser servido. Chateau Labat Porto a Porto Pernil de porco: tinto É um prato trabalhoso de preparar, mas para quem gosta é o ápice das festas de fim de ano. Para escoltar essa carne indica-se um vinho tinto de boa acidez e taninos delicados, como o Corbelli Chianti, recém-lançado no Brasil. É um vinho seco, com deliciosas notas frutadas e excelente acidez. Corbelli Chianti DOCG Porto a Porto Peixes e frutos do mar: espumante ou branco Como geralmente o jantar acontece mais tarde nessa época, é comum optar por peixes ou frutos do mar por serem mais leves, elaborados de maneira mais suave, grelhados ou ao vapor. Para acompanhar, duas sugestões: um espumante francês, o Veuve du Vernay Brut, de deliciosa acidez que limpa o paladar para a próxima garfada; ou o branco Château Reynon Sauvignon Blanc, francês frutado e mineral, muito saboroso e ótimo para acompanhar estes cardápios. Veuve du Vernay Brut Porto a Porto Château Reynon Sauvignon Blanc Porto a Porto EVITE O CONSUMO EXCESSIVO DE ÁLCOOL
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree