-->

Medida que retira intervalo de recreio em escolas municipais de Ibiporã revolta pais de alunos

17 Fevereiro 2020

A partir desta segunda-feira (17), alunos que estudam em tempo integral passam a tomar café da manhã das 8h às 8h30 e depois só terão descanso às 11h30. Antes,
os alunos tinham horário para tomar café e outro intervalo às 9h30. Prefeitura publicou esclarecimento sobre nova rotina nas escolas municipais em uma rede social Reprodução/RPC A Secretaria Municipal de Educação de Ibiporã, no norte do Paraná, decidiu retirar o período de intervalo para o recreio de crianças que estudam no período integral em escolas municipais. A medida, divulgada pelas redes sociais da prefeitura, deixou vários pais revoltados. Até sexta-feira (14), os alunos eram acolhidos às 8h, às 8h20 tomavam café da manhã, às 9h30 faziam uma pausa para comer frutas e às 11h30 as atividades do turno da manhã se encerravam. As aulas da tarde retornavam às 13h. Com a nova medida adotada pela prefeitura, a partir desta segunda-feira (17), os alunos chegam na escola e já tomam café da manhã até as 8h30. Depois disso, não há mais nenhum intervalo. As atividades escolares seguem até as 11h30. A Secretaria de Educação afirma que a mudança de rotina se deve para melhorar o cuidado e a atenção com as crianças, e a medida é a mesma adotada nos Centros Municipais de Educação Infantis. Mesmo assim, algumas mães não gostaram da mudança. "Acho que a direção da escola ou a secretaria deveriam ter feito reuniões com os pais para explicar, comunicar a decisão", disse uma mãe de aluno. "As crianças vão ficar das 8h30 ao meio-dia tendo aulas. Elas não são robôs, precisam de momentos de distração, de brincadeiras", afirma outra mãe de um estudante. A diretora da Escola Municipal Alice Roma Bott Schimitt Célia Rosana Santos Gusmão, afirma que a mudança vai melhorar o desempenho escolar das crianças. "Estavam sobrando poucas horas de estudo. A cada intervalo as crianças se agitam e se perde muito tempo para acalmar os alunos. A orientação da secretaria é seguir desta forma visando a qualidade do ensino", pontuou a diretora. Além da mudança de horários, as escolas deixarão de ter inspetores nos intervalos. Durante os períodos de recreio, os professores passam a monitorar as atividades das crianças. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree