-->

Casal é preso suspeito de vender remédios abortivos em Curitiba, diz polícia

15 Setembro 2020

Conforme a Polícia Civil, a mulher fazia a negociação via aplicativo de mensagens e o homem era responsável pelas entregas dos comprimidos na capital, Região Metropolitana e Santa Catarina.
Casal é preso suspeito de vender remédios abortivos em Curitiba, diz polícia Divulgação/Polícia Civil Um casal foi preso suspeito de vender remédios abortivos, no bairro Novo Mundo, em Curitiba, nesta terça-feira (15), conforme a Polícia Civil. Com os suspeitos, a polícia encontrou 105 comprimidos abortivos e 78 comprimidos de sildenafila - princípio ativo do Viagra, além de um caderno de anotações, máquinas para pagamento em cartões, comprovantes bancários, celulares e R$ 2,3 mil em dinheiro. Investigação De acordo com a polícia, a mulher, de 26 anos, era responsável pela negociação via aplicativo de mensagens. O contato dela era encontrado em sites na internet. Cada comprimido era vendido por R$ 100, e ela cobrava R$ 1,5 mil para acompanhar pessoalmente o procedimento de ingestão do abortivo. Segundo a polícia, os abortivos eram vendidos para pessoas de Curitiba, da Região Metropolitana e de Santa Catarina. O marido dela, de 35 anos, era o responsável pelas entregas. A polícia informou que em uma das máquinas para pagamento em cartão ao casal foram recebidos R$ 81 mil. Segundo a Polícia Civil, os dois foram autuados por falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado para fins terapêuticos ou medicinais. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree