-->

Justiça converte em preventiva prisão de jogador suspeito de matar dirigente do Nacional de Rolândia

17 Setembro 2020

Delegado que investiga o caso disse que suspeito confessou ter cometido o crime; empresário e dirigente José Danilson morreu após ser esfaqueado, na noite de quarta-feira (16). Jogador confessa
à polícia que matou o dirigente do time Nacional de Rolândia A Justiça converteu em preventiva, na noite desta quinta-feira (17), a prisão do jogador Vinícius Corsini, de 28 anos, suspeito de matar o empresário José Danilson Alves de Oliveira, dirigente de futebol do Clube Nacional de Rolândia, no norte do Paraná. O dirigente do clube tinha 58 anos, e segundo a Polícia Civil, foi esfaqueado, na noite de quarta-feira (16), no Centro da cidade. O jogador foi preso em flagrante. Na decisão, o juiz Alberto José Ludovico, da Vara Criminal de Rolândia, determinou, além da conversão da prisão, o agendamento da audiência de custódia do suspeito para esta sexta-feira (18). Segundo a polícia, Danilson de Oliveira foi esfaqueado após uma discussão com o jogador. Vinícius Corsini, de acordo com a investigação, tentou fugir, mas foi contido por moradores até a chegada de uma equipe policial. Jogador Vinícius Corsini, de 28 anos, foi preso suspeito de matar dirigente do Clube Nacional de Rolândia Reprodução/RPC Após ser esfaqueado, de acordo com a polícia, José Danilson chegou a ser levado para o Hospital do Coração e passou por uma cirurgia, mas não resistiu. A Polícia Civil informou que Vinicius Corsini confessou o crime e disse ter comprado a faca utilizada para matar o empresário minutos antes, em um mercado. Segundo a polícia, ele teve o contrato com o clube rescindido no início do ano. "O Vinicius, no caso, estaria descontente com esse desligamento, esse não aproveitamento dele no futebol, e teria criado essa mágoa, esse rancor por parte dele, do José Danilson, e teria praticado esse crime", disse o delegado Marcos Rubira. A defesa de Vinícius Corsini informou que vai aguardar o avanço das investigações, mas destacou que "a motivação do delito não está ligada à contrato, demissão, convocação ou outro motivo relacionado à profissão que o jovem Vinicius Corsini exercia, conforme será demonstrado oportunamente". José Danilson de Oliveira foi morto a facadas Divulgação/Nacional Atletico Clube O Clube Nacional de Rolândia disputa a divisão de acesso do campeonato paranaense e também a série D do Campeonato O empresário também era presidente de honra do clube, sargento aposentado da Polícia Militar (PM) e foi vereador e vice-prefeito de Rolândia entre 2013 e 2017. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree